Giro

Alimentos podem ajudar a combater o estresse

Crédito: Reprodução/Unsplash

Alguns alimentos contribuem para diminuir a produção de radicais livres por possuírem antioxidantes, fundamentais no combate ao estresse. (Crédito: Reprodução/Unsplash)

O nível de exigência profissional, metas profissionais e pessoais, a vida em grandes centros, com trânsito, preocupações e quase nenhum tempo para recuperar as energias. Infelizmente, esta é a realidade de muita gente nos dias atuais. O estresse se torna parte do cotidiano e provoca uma série de desequilíbrios, no corpo, na mente e nas emoções.

Uma das maneiras de ajudar a combater este mal dos tempos modernos é a alimentação equilibrada. Alguns alimentos contribuem para diminuir a produção de radicais livres por possuírem antioxidantes, fundamentais no combate ao estresse. Existem também alimentos ricos em substâncias precursoras de neurotransmissores como a serotonina, responsável pelo bom humor e sensação de prazer.

+ Saúde determina intervalo de 12 semanas para vacina da Pfizer; bula recomenda 21 dias

É importante salientar também, que os maus hábitos alimentares, como ingestão excessiva de cafeína e alimentos muito estimulantes, além de açúcar, sal, e produtos refinados pode agravar o estresse no organismo.

1. Leite

De acordo com um estudo publicado no British Food Journal, o leite contém fosfolípidos que atuam positivamente no estado de humor, na função cognitiva e na resposta a situações de stress. O estudo realizado pela Universidade de Trier, na Alemanha, que foi levado a cabo durante três semanas em 46 adultos, demonstrou que a ingestão diária de fosfolípidos resultou numa melhoria da memória e numa maior capacidade tanto psicológica como endócrina para lidar com o stress.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

2. Chocolate

Nos Estados Unidos comprovou-se que consumir 40 gramas de chocolate negro por dia durante duas semanas reduz os níveis de hormônios de stress em pessoas especialmente tensas. Outro estudo realizado pela Universidade de Adelaida, na Austrália, concluiu que o chocolate ajuda a reduzir a pressão arterial e a hipertensão.

3. Vinho

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Madrid, em Espanha, um copo de vinho tinto por dia ajuda a prevenir a depressão, a ansiedade e o stress. O vinho melhora a circulação sanguínea, reduz a pressão arterial, tem efeito anti-inflamatório e a ajuda a proteger dos radicais livres que causam stress oxidativo.

4. Pistaches

Os pistaches ajudam a baixar a pressão arterial e a controlar o stress diário e o colesterol. São estas as conclusões de um estudo da Universidade Estatal da Pensilvânia, publicado na Hypertension, a revista especializada da Associação Americana do Coração.

5. Nozes

Uma pesquisa publicada pelo Journal of the American College of Nutrition mostra que uma dieta rica em nozes pode ajudar o corpo a combater os efeitos biológicos relacionados com o stress. Bastam duas nozes por dia no café da manhã para comprovar os seus feitos.

6. Limões

Contêm grandes quantidades de antioxidantes, tais como vitamina C e antocianósidos, capazes de purificar e proteger as células do fígado, favorecendo a sua regeneração. Para purificar-se e desintoxicar-se, recomenda-se beber um suco de limão de manhã em jejum.

7. Lentilhas

Contêm fibras que estimulam a saciedade, magnésio e cálcio que produz um efeito relaxante, reduzindo a ansiedade. Consumidas 3 ou 4 vezes por semana, contribuem para a desintoxicação do corpo e eliminação de toxinas causadas pelo stress. Uma porção deste alimento é igual a 4 colheres de sopa de legumes secos.

8. Couve lombarda  

Todas as frutas e os vegetais de cor roxa contêm anticianinas que protegem contra as doenças cardiovasculares, melhoram a função cognitiva, neutralizam o stress oxidativo e até ajudam a prevenir o cancro.

9. Tisana

Também é recomendado o consumo de plantas como camomila, valeriana, flor de laranjeira, erva-cidreira e malva.

10. Iogurte

Regenera a flora intestinal e favorece a produção de serotonina, a hormona que está relacionada com o bem-estar. Para aproveitar as vantagens das suas propriedades, é necessário ingerir 125 gramas de iogurte natural por dia.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel