Política

Alerj adia votação de privatização da Cedae prevista para terça-feira

A Presidência da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) adiou a votação do projeto de lei que autoriza a privatização da Cedae, a estatal de águas e esgoto, inicialmente prevista para a sessão ordinária da terça-feira, 14, à tarde. Mais cedo, a Alerj anunciou o adiamento, por causa de um princípio de incêndio, de uma reunião do Colégio de Líderes partidários, inicialmente marcada para as 14 horas desta segunda-feira, 13.

Agora, a reunião de líderes será na terça, às 13 horas. Na reunião, o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), pretende tentar um acordo em torno do projeto de lei, que recebeu 211 emendas na primeira sessão de discussão, na última quinta-feira.

A privatização da Cedae é a primeira das medidas de contrapartida exigidas pelo governo federal no plano de recuperação fiscal do Estado a ser enviada à Alerj. O projeto autoriza o governo estadual a privatizar a Cedae, dada como garantia para novos empréstimos, no valor de até R$ 3,5 bilhões, com aval da União.

Segundo a assessoria de imprensa da Alerj, haverá sessão ordinária na terça, mas a pauta ainda não está definida. Originalmente, a pauta da sessão ordinária seria a votação – como anunciou Picciani na quinta-feira.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago