Edição nº 1138 16.09 Ver ediçõs anteriores

Alemanha bloqueia R$ 156 milhões para projetos ambientais no Brasil

Em junho, Jair Bolsonaro celebrou um acordo histórico: o trato de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia, que já era discutido há duas décadas. A decisão, no entanto, pode estar em risco. Após uma série de atritos envolvendo países europeus e o Brasil, por sua postura inerte em relação ao avanço do desmatamento na Amazônia, o Ministério do Meio Ambiente da Alemanha anunciou, na segunda-feira 12, o congelamento de até € 35 milhões (ou R$ 156 milhões) em doações para projetos de proteção ambiental no Brasil. A pasta também colocou em risco o apoio alemão ao acordo de livre comércio firmado. Ao portal UOL, a ministra alemã Svenja Schulze afirmou que a participação do país no Fundo Amazônia “precisa ser revista”. Criado em 2008, o fundo já arrecadou R$ 3,4 bilhões. A Noruega é responsável por 93,8% do aporte; a Alemanha, 5,7%. O restante, 0,5%, foi repasse da Petrobras.

(Nota publicada na Edição 1134 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Ibama corta 22% das ações de fiscalização previstas

Até os mais desatentos conseguem notar que o meio ambiente não é uma prioridade do governo de Jair Bolsonaro. O descaso, personificado [...]

Projeto apoiado pela Sodexo é finalista de premiação na ONU

A Sodexo, por meio do Instituto Stop Hunger, organização sem fins lucrativos criada e mantida pela companhia para combater a fome e a [...]

Ainda falta muito para ficar bom

As empresas brasileiras ainda têm um longo caminho a percorrer em temas como diversidade racial e meio ambiente. Essa é uma das [...]

CPFL Energia planta 14 mil árvores em projeto de arborização

Sabe aquelas árvores que causam riscos à rede elétrica, esgoto, telefonia, calçamento e iluminação pública? A CPFL Energia resolveu [...]

Demanda aquecida faz produção de orgânicos disparar

O clamor dos brasileiros por uma alimentação mais saudável e sem agrotóxicos tem surtido efeito nas lavouras do País. Em menos de uma [...]
Ver mais