Política

Alckmin diz acreditar que PSDB não terá mais que um candidato

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), minimizou nesta segunda-feira, 2, o resultado das pesquisas eleitorais que o mostram em situação de empate com o prefeito da capital paulista, João Doria, do mesmo partido. “A eleição de 2018 vai começar depois que forem definidos os candidatos e os argumentos forem colocados”, disse.

Os votos serão definidos 30 dias antes da eleição, apostou o governador. “Esse momento é mais recall.”

Questionado sobre a realização de prévias no partido, ele respondeu: “Eu acredito que não vai ter mais de um candidato. Mas, se tiver, quanto mais ampla a consulta para decidir, melhor.”

Alckmin deixou nesta segunda o Ministério das Relações Exteriores, onde tomou um café com o ministro Aloysio Nunes Ferreira. Antes, o governador foi recebido pelo presidente da República, Michel Temer.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel