Economia

Airbus concorda em rever contratos com França e Espanha para fechar debate na OMC

A Airbus fechou um acordo com os governos da França e da Espanha para alterar alguns contratos com o objetivo de encerrar uma disputa histórica em torno de subsídios para a fabricação de aviões na Organização Mundial do Comércio (OMC) e tentar persuadir os EUA a suspender tarifas impostas à União Europeia (UE).

“Após 16 anos de litígio na Organização Mundial do Comércio (OMC), esse é o passo final para interromper a disputa de longa data e remove qualquer justificativa para tarifas dos EUA”, disse a fabricante de aviões europeia em comunicado nesta sexta-feira, dia 24.

As partes envolvidas aceitaram alterar os chamados contratos RLI do programa A350, de forma a atender os parâmetros considerados apropriados pela OMC. “Com essa iniciativa final, a Airbus se considera em plena concordância com todas as decisões da OMC”, disse a empresa.

Essa decisão demonstra que a “Airbus não deixou pedra sobre pedra para encontrar um caminho no sentido de uma solução”, disse o executivo-chefe da empresa, Guillaume Faury. Fonte: Dow Jones Newswires.



Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km