Edição nº 1143 21.10 Ver ediçõs anteriores

Ainda falta muito para ficar bom

Ainda falta muito para ficar bom

As empresas brasileiras ainda têm um longo caminho a percorrer em temas como diversidade racial e meio ambiente. Essa é uma das conclusões do 7º Estudo de Sustentabilidade realizado pela consultoria BDO, que ouviu gestores de 137 companhias de diversos segmentos. Segundo o levantamento, 37% das empresas publicam relatórios de sustentabilidade atualmente, uma evolução de 8% em relação à edição anterior, de 2017. Já quando o assunto é cuidados com o meio ambiente, detectou-se uma clara involução. Hoje, 82% das corporações consultadas promovem coleta de lixo seletiva total ou parcial – esse número era de 90% em 2017. A maioria das companhias (60%), no entanto, sequer elabora inventários de emissões de gases de efeito estufa. Somente 55% adotam critérios de sustentabilidade para selecionar seus fornecedores. Embora a contratação de pessoas com deficiência (PCDs) já esteja inserida na política de 45% das empresas, 6% a mais do que em 2017, 78% das corporações não promove nenhuma iniciativa para estimular a equidade racial, alegando falta de capacitação ou ausência de profissionais negros nos processos seletivos.

(Nota publicada na Edição 1138 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Intervenção divina

Santa Dulce dos Pobres. É como passou a se chamar, desde o domingo 13, Irmã Dulce, a primeira santa brasileira, canonizada pelo Papa [...]

Cafezinho consciente

A rede Octávio Café entrou para o time das empresas que fazem bem para o planeta. Desde a quinta-feira 17, seis cafeterias da companhia [...]

O sangue que salva vidas

É de assustar, mas, segundo o Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população doa sangue regularmente. Isso corresponde a 16 pessoas para cada mil brasileiros. E esse número ainda cai em períodos de férias e feriados. Devido à necessidade de promover ações para a manutenção dos estoques de sangue do País, a empresa Mercado Eletrônico […]

O impacto do vazamento de petróleo no nordeste

Depois de semanas em que o mundo se acostumou a ler notícias sobre as queimadas na Amazônia, a bola da vez é o mar brasileiro. Desde o [...]

Dias melhores na Kellogg

Para ajudar a combater a fome no País, a subsidiária brasileira da Kellogg doou, de janeiro a junho, 36,4 toneladas de alimentos para [...]
Ver mais