Política

AGU recorre para derrubar decisão que suspendeu nomeação de Moreira Franco

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou na tarde desta quinta-feira, 9, que já recorreu à Presidência do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) para derrubar a decisão da juíza Regina Coeli Formisano, da 6ª Vara Federal no Rio de Janeiro, que determinou liminarmente a suspensão da nomeação de Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Mais cedo, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que decidirá “no máximo” até esta sexta-feira (10) sobre dois mandados de segurança impetrados por partidos políticos para barrar a nomeação de Moreira Franco.

Celso de Mello é o relator dos dois mandados de segurança, ajuizados pelo PSOL e pelo Rede Sustentabilidade. “Vou analisar o pedido de medida cautelar e pretendo, no máximo, até amanhã liberar minha decisão”, disse o ministro a jornalistas, ao chegar ao edifício-sede do STF para a sessão plenária.

A advogada-geral da União, Grace Mendonça, deverá discutir o assunto com Celso de Mello ainda nesta tarde.