Agronegócio

Agricultura barra entrada de mais de 140 toneladas de uvas passas contaminadas

São Paulo, 11 – O Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Sipov), da Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA/SP), informou ter barrado entre junho e setembro a entrada de mais de 140 toneladas de uvas passas contaminadas. A interceptação das cargas ocorreu em postos de fronteira do Porto de Santos e do Porte Seco de Foz do Iguaçu (PR).

“Os produtos bloqueados deste ano superaram o limite permitido de ocratoxina A (conhecida sob a sigla OTA), uma substância produzida por alguns tipos de fungos. Em condições ambientais adequadas, a substância pode estar presente em produtos alimentares, como cereais, frutos secos, café, cacau, uvas, e processados, como vinho, cerveja ou sumos de fruta. No entanto, excedendo o limite permitido de micotoxina torna-se tóxica, sendo prejudicial à saúde”, explica o Ministério da Agricultura em nota.

Segundo o auditor fiscal da operação Tiago de Dokonal Duarte, foram recolhidas cargas de uva passa com mais de nove vezes o limite máximo permitido de ocratoxina.

Todas as cargas bloqueadas tinham como destino a região metropolitana de São Paulo. A pasta não informou a origem do produto.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago