Agronegócio

Agricultores das Planícies dos EUA apostam no sorgo com aumento da demanda chinesa

Agricultores das Planícies dos EUA apostam no sorgo com aumento da demanda chinesa

Carregamento de sorgo chega a porto na China

Por Julie Ingwersen

CHICAGO (Reuters) – Os agricultores dos Estados Unidos estão prestes a expandir as plantações de sorgo em quase 20% este ano, uma porcentagem muito maior do que crescimento da área de soja ou milho, já que o produto é comprado principalmente pela China para uso em ração animal.

Embora a forte demanda por milho e soja tenha elevado os preços futuros dessas safras para níveis máximos de quase uma década, os agricultores disseram que o sorgo é particularmente atraente este ano, pois é mais resistente à seca.

Uma alta nos preços de commodities agrícolas foi impulsionada pelas importações chinesas de grãos para ração, enquanto o rebanho de suínos do país se recuperava de uma doença mortal. Mas a demanda contínua é incerta, já que a China também está tentando reduzir sua dependência de safras importadas, como o milho.



“A China é o curinga do baralho. Talvez até represente dois curingas, porque é um grande jogador”, disse Kent Winter, presidente da associação de produtores de sorgo do Kansas.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) projetou em março plantações de sorgo nos Estados Unidos em 6,940 milhões de acres em 2021, um aumento de 18% em relação ao ano anterior e uma máxima desde 2015.

A área de milho, produto mais plantado nos Estados Unidos, deve ficar praticamente estável ​​em 91,1 milhões de acres.

Alguns observadores esperam que a área plantada com sorgo aumente ainda mais quando o USDA divulgar estimativas atualizadas da área plantada nos EUA em 30 de junho.

A empresa privada de análise IHS Markit Agribusiness projetou recentemente plantações nos EUA em 2021 em 7,350 milhões de acres.

“Precisamos desse aumento para atender a demanda e a necessidade de suprir nossos clientes”, disse Jesse McCurry, diretor executivo da comissão de sorgo do Kansas.

A produção americana de sorgo concentra-se no Kansas, onde compete por hectares com o milho, e no Texas, onde concorre com o algodão.

O plantio das safras de milho, soja e algodão dos EUA está quase concluído, mas o plantio de sorgo estava em apenas 72% nacionalmente em 13 de junho.

O USDA espera uma safra de 2021 (2021/22) de 10,846 milhões de toneladas, a maior desde 2016/17 e 14% acima do ano anterior.

A China encomendou 917.000 toneladas da nova safra de sorgo dos EUA até agora este ano, ante 305.000 toneladas há um ano. O USDA espera um total de exportações de sorgo de 8,9 milhões de toneladas em 2021/22, pouco abaixo do recorde de exportações em 2014/15.

Mas traders alertam que os preços altos podem prejudicar o apelo do grão.

“A demanda por sorgo dos EUA é moderada este ano porque os preços estão muito altos”, disse um trader de grãos de uma casa de comércio internacional. “Não é supereconômico comprar sorgo para usar na ração.”

(Por Julie Ingwersen; com reportagem adicional de Hallie Gu em Pequim)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5K0NF-BASEIMAGE

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago