Giro

Agência reguladora europeia inicia revisão da vacina do laboratório chinês Sinovac

Agência reguladora europeia inicia revisão da vacina do laboratório chinês Sinovac

(Arquivo) Caixa com vacina da Sinovac contra a covid-19 exibida por profissional da saúde em Manila (Filipinas) - AFP/Arquivos

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou nesta terça-feira (4) o início de uma “análise contínua” da vacina do laboratório chinês Sinovac contra a covid-19, o que abre o caminho para uma futura autorização na União Europeia (UE).

Fabricada pela unidade de ciências biológicas da Sinovac Biotech, com sede em Pequim, a vacina contém um coronavírus inativo que não pode provocar a doença, mas que ajuda as pessoas a desenvolverem anticorpos contra o mesmo.

A decisão do Comitê de Medicamentos da EMA de “iniciar a análise contínua se baseia nos resultados prévios de estudos de laboratório e estudos clínicos”, afirmou a agência com sede em Amsterdã em um comunicado.

“Os estudos sugerem que a vacina provoca a produção de anticorpos que têm como alvo o SARS-CoV-2, vírus que provoca a covid-19, e pode ajudar a proteção contra a doença”, destaca o texto.

A EMA continuará a revisão da Sinovac até reunir informações suficientes que a empresa possa apresentar um pedido formal para seu lançamento no mercado europeu.

“Apesar de a EMA não ter condições de prever os prazos, deve levar menos tempo que o normal avaliar uma eventual aplicação em consequência do trabalho feito durante a revisão contínua”, afirmou a agência.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

A vacina da Sinovac foi aprovada para uso em fevereiro pela agência reguladora de medicamentos da China. O fármaco é utilizado em vários países, incluindo o Brasil, com o nome de CoronaVac.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel