Agronegócio

ADM antecipa para 2025 meta de ter oferta de grãos livre de desflorestamento

ADM antecipa para 2025 meta de ter oferta de grãos livre de desflorestamento

Logo da Archer Daniels Midland (ADM) em display na NYSE, em Nova York



SÃO PAULO (Reuters) – A multinacional do agronegócio ADM afirmou nesta quinta-feira que antecipou o prazo para alcançar a originação de grãos livre de desmatamento de 2030 para 2025, e acrescentou que obteve no ano passado o monitoramento ambiental de 100% dos fornecedores, diretos e indiretos, no Brasil, Argentina e Paraguai.

A ADM também informou em nota que se comprometeu com um novo objetivo de reduzir as emissões de gases de efeito estufa do Escopo 3 em 25% até 2035.

À medida que divulgam seus relatórios de sustentabilidade, as companhias do agronegócio atualizam suas metas contra o desmatamento e de redução de emissões diante do escrutínio cada vez maior dos consumidores.

Na véspera, a Bunge afirmou que mais que dobrou em um ano, de 30% para 64%, o monitoramento dos fornecedores indiretos de soja do Cerrado, com um programa que busca auxiliar a companhia a eliminar o desflorestamento da cadeia produtiva de suas compras até 2025.



(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4P11B-BASEIMAGE








Tópicos

Updated