Economia

Acordo para TikTok nos EUA seria capaz de desbancar Facebook

Crédito: AFP/Arquivos

(Arquivo) Sede corporativa do Facebook em Menlo Park, Califórnia, em 23 de outubro de 2019. - AFP/Arquivos (Crédito: AFP/Arquivos)

O surgimento de um acordo para fazer do aplicativo chinês TikTok uma empresa baseada nos Estados Unidos deve mudar o cenário desta redes social. Questões de segurança e controle da companhia persistiram durante o domingo. O plano envolve a Oracle Corp e o Walmart Inc. em uma parceria com a empresa dona do TikTok, a ByteDance Ltd., de Pequim, para que ela se torne uma nova empresa com sede nos EUA chamada TikTok Global.

Saga do TikTok pode chegar ao fim com acordo envolvendo Oracle e Walmart

TikTok recorre à justiça contra seu bloqueio nos EUA

O Departamento de Comércio disse que atrasaria por uma semana a proibição de downloads e atualizações do aplicativo TikTok nos Estados Unidos, que deveria entrar em vigor às 23h59. Assim, as negociações continuam.

O acordo – teoricamente aprovado pelo presidente Donald Trump, mas ainda sem aprovação das companhias envolvidas – criaria uma força capaz de desafiar a dominância do Facebook na internet.

Conforme descrito inicialmente por pessoas familiarizadas com o negócio, ByteDance manteria cerca de 80% da propriedade da empresa. Mas como a ByteDance é cerca de 40% detida por investidores americanos, a nova empresa com participações na Oracle e no Walmart pode ser descrita como tendo participação majoritária americana, disseram.

Uma das pessoas elaborou ainda mais no domingo, dizendo que a ByteDance não seria tecnicamente uma proprietária da nova entidade TikTok Global. Em vez disso, as ações da nova entidade seriam distribuídas proporcionalmente aos atuais proprietários do ByteDance, que incluem investidores chineses e americanos.

Com a adição da Oracle e do Walmart tendo uma participação acionária combinada de 20%, a TikTok Global seria 53% de propriedade de empresas ou investidores dos EUA, disse esta pessoa.

A Oracle disse em um comunicado por escrito que teria uma participação de 12,5% na nova entidade chamada TikTok Global e forneceria um serviço de nuvem seguro para dados no aplicativo. O Walmart disse que concordou em comprar 7,5% da TikTok Global, bem como em acordos comerciais para fornecer e-commerce, atendimento, pagamentos e outros serviços para a nova empresa.

O Walmart disse que seu presidente-executivo, Doug McMillon, atuaria como um dos cinco membros do conselho da nova empresa. O fundador do ByteDance, Zhang Yiming, e alguns dos investidores dos EUA também provavelmente estariam no conselho, disseram pessoas a par do negócio.

Em um comunicado conjunto, a Oracle e o Walmart disseram que o planejado novo TikTok Global criaria mais de 25 mil empregos nos EUA e levaria a mais de US$ 5 bilhões em novos impostos para o Tesouro dos EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?