Coluna

Acordo com congresso devolverá R$ 11 bilhões ao controle do governo

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O governo Bolsonaro conseguiu costurar um importante acordo com o Congresso Nacional. Na terça-feira 11, técnicos da Secretaria de Governo divulgaram que a Casa concordou em devolver ao Poder Executivo o controle sobre R$ 11 bilhões em despesas discricionárias, que incluem investimentos e o custeio da máquina pública. Antes, esses gastos ficavam sob o controle dos parlamentares. Não fosse por esse acordo, o governo estaria impossibilitado de bloquear essas despesas, o que dificultaria o cumprimento da meta fiscal para este ano. Agora, a equipe econômica de Bolsonaro trabalha para elaborar um Projeto de Lei (PL), que será enviado ao Congresso para a aprovação dos parlamentares. Os detalhes do acordo foram acertados numa reunião entre o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia.

O jato da Airbus que parece de Star Wars

Divulgação

No filme Top Gun, o personagem principal – interpretado por Tom Cruise – é um ousado e habilidoso piloto de caças que responde pelo codinome Maverick. É muito pouco provável, portanto, que seja pura coincidência o fato de a Airbus ter batizado o seu mais novo projeto de Maveric. Trata-se de um jato com design que parece ter saído de um filme de Star Wars, com motores duplos na parte traseira. Na terça-feira 11, a companhia aérea exibiu o modelo, de 2 metros de comprimento, na Singapore Airshow, um dos eventos mais importantes do setor no mundo. O jato tem o chamado corpo de asa mista, no qual asas e fuselagem são produzidas como uma peça única, melhorando a aerodinâmica e reduzindo o consumo de combustível e a emissão de carbono. O modelo foi testado na França e os resultados, segundo o vice-presidente executivo de engenharia da Airbus, Jean-Brice Dumont, foram excelentes. Em comparação com as atuais aeronaves, o Maveric pode reduzir em 20% o consumo de combustível e ainda oferece possibilidades para diferentes sistemas de propulsão. “Precisamos dessas inovações para enfrentar nosso desafio ambiental”, disse Dumont.

BB Seguridade lucra R$ 4,3 bilhões em 2019

Divulgação

Na segunda-feira 10, a BB Seguridade divulgou seu balanço do ano passado. A estatal informou um lucro líquido recorrente de R$ 4,3 bilhões, o que representa crescimento de 21,3% em relação a 2018. A companhia afirmou, ainda, que, levando em consideração “eventos extraordinários”, como a venda da participação da BB na seguradora IRB Brasil-RE – negócio que rendeu R$ 2,3 bilhões –, seu lucro líquido foi de R$ 6,7 bilhões. No relatório do balanço de 2019, a BB declarou que obteve um aumento de 21,5% em contribuições previdenciárias. Segundo a empresa, essa alta foi resultado do aumento das contribuições médias e a adição de 256 mil planos ativos. A companhia também comemorou o fato de suas reservas terem chegado a R$ 290 bilhões. Em seu comunicado, a BB Seguridade afirmou que “o forte desempenho comercial associado à redução na sinistralidade e ao aumento do saldo de reservas de previdência foram os principais fatores que contribuíram para o resultado”. Para este ano, a empresa espera registrar crescimento entre 7% e 13%.

EUA criam 225 mil empregos em janeiro

Divulgação

O governo dos Estados Unidos acaba de divulgar que a economia do país gerou 225 mil novos postos de trabalho no mês passado. Os dados são do relatório nacional de emprego, conhecido como Payroll. Os números indicam evolução de quase 37% acima da esperada pelo mercado, que previa a criação de 165 mil vagas em janeiro, segundo levantamento da Bloomberg. Em dezembro de 2019, os Estados Unidos já haviam gerado mais 145 mil postos de trabalho. Por outro lado, a taxa de desemprego teve pequena alta, indo de 3,5% para 3,6%, praticamente de acordo com as expectativas do mercado, que esperavam que o índice ficasse estável. Já os ganhos médios por hora ficaram perto da estabilidade, com leve alta de apenas 0,2%.

Via Varejo torna-se controladora de fintech americana

Divulgação

Dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio, a Via Varejo acaba de anunciar que exerceu a opção de compra de 80% das ações da fintech norte-americana banQi. O valor do negócio não foi revelado. Com isso, a companhia brasileira passará a ter até 100% do capital do banQi. Em seu comunicado oficial, a Via Varejo destacou que a operação da fintech une, no mesmo pacote, soluções de inovação em crédito, meios de pagamento e serviços digitais. Centro de desenvolvimento tecnológico e de inovação em serviços digitais, a Airfox também foi incluída no negócio. A Via Varejo afirmou que a Airfox será fundamental para auxiliar na atuação em diferentes áreas, além de varejo e serviços financeiros.

Oi reforça caixa e se livra de supervisão da Anatel

Divulgação

Na noite da segunda-feira 10, a Oi divulgou comunicado, informando que o conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) suspendeu o acompanhamento especial ao qual a companhia estava submetida desde 2016, quando pediu recuperação judicial. A empresa de telefonia afirmou que a decisão da Anatel foi tomada após a estatal considerar que não há mais riscos de liquidez no curto prazo para a Oi. A situação da companhia passou a ser vista com bons olhos pela Anatel e pelos investidores desde o ano passado, quando a Oi começou a vender ativos para fazer caixa. As principais medidas nesse sentido foram a venda da angolana Unitel, por US$ 1 bilhão, e a emissão de títulos privados de dívida, no valor de R$ 2,5 bilhões. Especialistas analisam que, com os recursos obtidos apenas nessas operações, a Oi conseguiu cerca de dois anos de calmaria para se reestruturar. Sob o regime de acompanhamento especial da Anatel, a empresa era obrigada a comunicar, por exemplo, a realização de reuniões do conselho de administração e quaisquer decisões sobre a venda de ativos.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?