Negócios

Ações da Nintendo despencam após divulgação de balanço financeiro

Queda foi impulsionada principalmente pelas vendas de consoles e jogos abaixo do esperado por analistas e pela própria companhia

Ações da Nintendo despencam após divulgação de balanço financeiro

As ações da Nintendo caíram mais de 7% nesta quinta-feira (25) após a divulgação dos dados financeiros correspondentes ao último ano fiscal, considerado entre abril de 2018 e março de 2019. A queda foi impulsionada principalmente pelas vendas de consoles e jogos abaixo do esperado por analistas e pela própria companhia.

O Nintendo Switch, principal produto no portfólio da companhia, somou 17 milhões de vendas, aproximadamente 500 mil unidades a menos do que o esperado pelos analistas e quase 3 milhões abaixo do prospectado pela Nintendo. Apesar da frustração, em dois anos, o console teve 34,74 milhões de unidades vendidas, superando o recorde do Nintendo 64. A companhia também reportou 119 milhões de jogos vendidos no ano fiscal, enquanto o mercado esperava ao menos 121 milhões de unidades.

Mesmo com as baixas, a Nintendo divulgou lucro de US$ 1,7 bilhão e receita de US$ 10,7 bilhões no ano fiscal. No primeiro trimestre a companhia teve lucro de US$ 332 milhões e receita de US$ 1,82 bilhão. Apesar do cenário negativo, estes foram os melhores relatórios da Nintendo desde 2009.

A Nintendo também afirmou que espera vender 18 milhões de unidades do Switch e 125 milhões de jogos até o encerramento deste novo ano fiscal, em março de 2020.

Analistas ouvidos pela Bloomberg acreditam que a aposta é arriscada, principalmente depois que o presidente-executivo da companhia, Shuntaro Furukawa, adiantar que o tão esperado modelo portátil do Switch não deve ser lançado este ano.

A companhia também divulgou que o lançamento do Switch na China, um dos principais mercados tecnológicos do mundo, não deve ocorrer em curto tempo. “Ainda precisamos de licenças para os nossos jogos, é algo que vai levar tempo”, afirmou o presidente-executivo.