Economia

Ações da Ambipar começam a ser negociadas na B3

Crédito: Reprodução/LinkedIn

A Ambipar atua na gestão de crises ambientais (Crédito: Reprodução/LinkedIn)

A Ambipar, uma companhia de gestão ambiental, começou a ser negociada na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, nesta segunda-feira (13). Com os papéis precificados a R$ 24,75, a empresa levantou R$ 1,08 bilhão na Oferta Pública Inicial (IPO), a terceira desta pandemia, após as ofertas da Estapar e da Aura Minerals.

As ações da companhia serão negociadas com o código AMBP3 e está listada no Novo Mercado, segmento que atende altos padrões de governança. A Ambipar já realizou, através da divisão “Response”, grandes trabalhos de gerenciamento de crises ambientais como a da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais.

+ Profarma planeja IPO do seu negócio de varejo d1000
+ Kroton Educacional anuncia IPO da Vasta no exterior, para listagem na Nasdaq
+ Aura Minerals faz IPO de R$ 790,1 mi e será 1ª fabricante de ouro na B3

Entre os anos de 2017 e 2019 a receita bruta da companhia cresceu 166%, com um faturamento superior aos R$ 484,4 milhões no ano passado – alta de 26% na comparação com 2018. A estratégia é seguir a política de compras e aquisições de empresas do Brasil e de outros países, o que garante uma expansão ainda mais sólida para a empresa.

A companhia é controlada por Tercio Borlenghi Junior, fundador presidente do conselho da Ambipar. Ele é dono de 50,08% das ações da empresa.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?