Negócios

Acionistas exercem direito de igualar oferta da Mubadala por ativos da Renova

SÃO PAULO (Reuters) – A empresa brasileira de energia renovável Renova Energia, que está em recuperação judicial, informou que os acionistas de sua hidrelétrica Brasil PCH decidiram exercer seu direito de preferência e igualar a oferta da Mubadala por uma participação de controle nessa companhia.

De acordo com fato relevante na noite de terça-feira, a BSB Energética SA e a Eletroriver SA concordaram em pagar 1,1 bilhão de reais pela participação de 51% da Renova na Brasil PCH, que possui pequenas barragens hidrelétricas, equiparando a oferta feita pela Mubadala Investment Company dos Emirados Árabes Unidos.

“O referido exercício ocorre em estrita observância das regras, procedimentos, direitos e deveres das partes no Acordo de Acionistas Brasil PCH”, disse a a Renova Energia, que tem como principal acionista a estatal Cemig.

(Reportagem de Gabriel Araújo)



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago