Edição nº 1138 16.09 Ver ediçõs anteriores

Acelerando para o futuro

A montadora alemã Mercedes-Benz decidiu recriar seu lendário carro de corrida W125. O veículo atingiu velocidade máxima de 432,7 km/h com o piloto Rudolf Caracciola, em 1938, na autoestrada A5, entre Frankfurt e Darmstadt. O recorde durou 79 anos e só foi quebrado no ano passado por um  Koenigsegg Agera RS. Mas, diferentemente do carro de corrida da década de 1930, o EQ Silver Arrow teve o potente motor de 12 cilindros substituído por um propulsor elétrico. O carro do futuro, feito em fibra de carbono, é impulsionado por uma bateria de 80 kWh, o equivalente a 750 cavalos de potência. Sua autonomia é de 400 km. O modelo foi apresentado como um carro-conceito na Monterey Car Week, um evento anual na Califórnia que tem mostrado as tendências da indústria.

(Nota publicada na Edição 1085 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Aston Martin Vanquish ganha nova versão

O ex-chefe de design da Jaguar e da Aston Martin, Ian Callum, quer modernizar o modelo Vaquish, produzido de 2001 a 2007. O novo carro [...]

Obras de Andy Warhol ganha exposição no Gramercy Park Hotel

O Gramercy Park Hotel é famoso por sua impressionante coleção de arte, avaliada em US$ 50 milhões e considerada a maior entre os hotéis [...]

Coleção de whiskies mais valiosa do mundo vai a leilão

O leilão online que acontece na Sotheby’s no dia 27 deste mês promete mexer com os apaixonados por whiskies. Esta coleção com 467 [...]

Quer sumir nas próximas férias? Saia do planeta

No ano passado, a startup californiana Orion Space anunciou o lançamento da Aurora Station, que ficará na órbita baixa da Terra e que [...]

O quase novo lar de Barack e Michelle

O ex-presidente dos Estados Unidos e a ex-primeira dama, Michelle Obama, estão em negociação para comprar uma casa de US$ 14,85 milhões [...]
Ver mais