Giro

Ação da Força Nacional contra crimes fronteiriços no MS é prorrogada

O Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou por mais 180 dias o emprego da Força Nacional no Mato Grosso do Sul em ações de combate à criminalidade organizada. Segundo o ministério, o grupo atuará principalmente em ações integradas de combate a crimes praticados nas áreas de fronteira, no âmbito do Programa Vigia, criado com o objetivo de blindar o país da entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados.

Entre maio de 2019 e junho de 2020, o Vigia já resultou na apreensão de mais de 353 toneladas de drogas e apreendeu mais de seis milhões de maços de cigarros. Com isso, o MJ estima ter causado prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos criminosos.

Com a publicação da portaria, a presença da Força Nacional está autorizada até o dia 29 de dezembro “para atuar em ações de Polícia Judiciária no combate à criminalidade organizada no estado”. O contingente a ser disponibilizado seguirá planejamento do MJ, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?