Giro

Ação autorizada pelo STJ apura venda de decisões judiciais em Goiás

A Polícia Federal (PF) cumpre na manhã de hoje (30), em Goiás, 17 mandados de busca e apreensão contra juízes, advogados, empresários e servidores públicos suspeitos de participação em um esquema de venda de decisões judiciais.

A operação foi autorizada pelo ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que determinou o sigilo das investigações, mantendo em segredo os nomes dos alvos.

De acordo com informações do tribunal, as investigações apontam para a possível “negociação criminosa” de decisões no processo de recuperação judicial de uma grande empresa no estado. A pedido do Ministério Público Federal (MPF), as buscas são realizadas em endereços públicos e privados.

Em nota, a seccional de Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) disse que acompanha o cumprimento de mandados em endereços de advogados, após ter sido comunicada durante a madrugada sobre a operação.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança