Mundo

Abrem investigação judicial por “destruição involuntária” após incêndio da Notre Dame

Abrem investigação judicial por “destruição involuntária” após incêndio da Notre Dame

A catedral de Notre-Dame de Paris, numa imagem de 27 de março de 2019, e em chamas, no dia 15 de abril de 2019 - AFP

Uma investigação judicial por “destruição involuntária” foi aberta na França após o incêndio que arrasou a catedral de Notre Dame, informou nesta segunda-feira a procuradoria de Paris.

Os investigadores privilegiam a pista de um incêndio acidental que começou no teto da catedral, onde foram realizadas obras de renovação, informou uma fonte próxima à investigação.