Finanças

A XP olha para outras praças

Depois do sucesso de seu seu megaevento para investidores e agentes autônomos em São Paulo, empresa quer levá-lo para todo o Brasil

A XP olha para outras praças

Guilherme Benchimol: o fundador e presidente da XP fez da Expert o maior evento do gênero no mundo — e quer crescer ainda mais

Promovido anualmente pela XP, o evento sobre investimentos Expert se tornou um sucesso de público e renda. Ele começou em 2011 em cidades do interior paulista e era fechado apenas para os próprios assessores da corretora (hoje cerca de cinco mil). Em 2017, foi aberto ao público. Na edição mais recente, encerrada no dia 6 de julho, os ingressos se esgotaram um mês antes do início do evento, que atraiu mais de 30 mil participantes. Todos vieram ávidos por ouvir palestras como as do bilionário Jorge Paulo Lemann e de Ben Bernanke, ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), além, claro, de Guilherme Benchimol, fundador e presidente da XP.

Segundo a XP, esta edição da Expert foi o maior evento para investidores do mundo. O número de participantes superou o da Impact, da corretora americana Charles Schwab, grande fonte de inspiração para Benchimol, mesmo com ingressos com preços que chegavam a R$ 3,5 mil. “A Expert é uma maneira de aproximarmos nossa marca dos clientes finais”, diz Guilherme Kolberg, sócio da XP e um dos responsáveis pelo evento.

A edição de 2020 comemorará os 10 anos do encontro, e já tem até data marcada: de 2 a 4 de julho, também no Transamérica, em São Paulo. “Vamos dar um foco maior em soluções tecnológicas para que os participantes aproveitem mais o evento”, afirma Kolberg.

A expectativa é aumentar em até 20% o público no ano que vem. A XP também quer aumentar a interação dos clientes com seu exército de assessores, iniciando a expansão do evento para outras cidades. Em novembro, será a vez de Florianópolis. Em março, Belo Horizonte ou Brasília, ainda a ser definida. “Estão no radar cidades que tem presença relevante de agentes autônomos da XP, mas onde não temos uma consolidação em termos de quantidade de clientes”, diz Kolberg. “Vamos transformar a Expert em um grande ciclo pelo País”. Em cada um dos encontros regionais, que devem acontecer duas vezes por ano com dois dias de duração, são esperados cerca de cinco mil participantes. Nos próximos, a XP deve apresentar novidades, como o início da oferta de empréstimos com garantia, informou Benchimol ao site de notícias NeoFeed.

Público expert: palestras de Jorge Paulo Lemann, Ben Bernanke, otimismo com a reforma da Previdência e expectativas de Índice Bovespa aos 115 mil pontos (Crédito:Divulgação)

CLIMA DE FESTA Com uma bolsa que sobe mais de 20% no ano, bate sucessivos recordes, e um governo de viés liberal, o clima foi de festa. Uma platéia entusiasmada levantou para aplaudir de pé o ministro da Justiça, Sergio Moro. E o entusiasmo não foi menor com o empresário Luciano Hang, dono da rede Havan, que vestia um pouco discreto terno verde amarelo e bradava contra o PT, para delírio da platéia.

Gestores e agentes autônomos se mostravam confiantes com os rumos do País diante dos juros baixos e da aprovação da reforma da Previdência. As mudanças, na visão dos especialistas, devem atrair montanhas de recursos estrangeiros ao mercado local, fazendo a bolsa renovar recordes sucessivos. Profissionais afamados, como Márcio Appel, da Adam Capital, e André Jakurski, da JGP, projetaram o Ibovespa ao redor dos 115 mil pontos, frente aos atuais 106 mil, o que embute uma alta potencial de 8,4%.

O primeiro dia da Expert coincidiu com a aprovação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara, o que só reforçou o otimismo. “Estou confiante em aprovar em dois turnos até o dia 17”, afirmou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, presente ao evento. O vice-presidente da seguradora SulAmérica, Marcelo Mello, falou sobre a importância da reforma para a recuperação econômica do País, mas admitiu também que ainda há incertezas a serem esclarecidas. “A reforma vai acontecer; quando e em quais moldes ainda não sabemos”, disse Mello. “É preciso que a sociedade entenda não apenas os problemas estruturais e por que ela é necessária, mas que esteja preparada para o que virá adiante”.

Na Expert são premiados os melhores escritórios de agentes autônomos, dentre os 600 filiados à XP. O escritório paulista Monte Bravo foi escolhido tetracampeão no quesito atendimento e liderou as captações entre setembro de 2018 e junho deste ano, obtendo R$ 2 bilhões. A preferência dos investidores foi para crédito privado de empresas de baixo risco, diz Pier Mattei, sócio fundador da Monte Bravo. “Com a queda dos juros estão todos se dando conta de que a realidade do mercado é outra e novas alternativas são necessárias”, afirmou o assessor. “Além disso, passamos por uma transformação cultural, com o investidor percebendo que investir fora dos bancos também é seguro”.

A Monte Bravo tem cerca de R$ 5 bilhões sob assessoria, e a meta é chegar aos R$ 7,5 bilhões até dezembro. A feira é uma ótima oportunidade para conquistar novos clientes. Foram cerca de 300 visitantes ao estande da Monte Bravo nos dois dias abertos ao público – o primeiro é somente para convidados. “Embora seja promovida pela XP, hoje a Expert, pela proporção que ganhou, é um evento do mercado como um todo”, afirma Mattei.