Edição nº 1096 15.11 Ver ediçõs anteriores

A viagem da Livelo

A viagem da Livelo

A Livelo, empresa de Bradesco e Banco do Brasil, que atua no segmento de programas de coalizão, vai dar um importante passo para manter os pontos acumulados pelos clientes dos bancos dentro de sua plataforma. Na segunda semana de setembro, a companhia lançará uma agência de viagens própria, que será operada em parceria com a operadora CVC. “Quem comprar na nossa agência vai ganhar, além dos pontos do cartão, de dois a cinco pontos a mais”, diz Alexandre Rappaport, CEO da Livelo, com exclusividade à coluna. A tacada da companhia acontece, sobretudo, pelo alto índice de conversão de pontos em viagens – o que, na maioria das vezes, faz o cliente Livelo transferir seus pontos para concorrentes como Smiles e Multiplus.

 

A meta é dobrar de tamanho

Com 18 milhões de clientes cadastrados e um faturamento de mais de R$ 970 milhões no ano passado, a Livelo prevê dobrar as receitas até o fim de 2018. E vai também aumentar a sua capilaridade a partir do ano que vem. A companhia vai usar toda a estrutura das áreas corporativas das milhares de agências do Bradesco e do Banco do Brasil espalhadas pelo País para vender pontos para empresas. A ideia é mostrar aos clientes que os pontos podem ser vistos como ferramentas de benefícios para as empresas incentivarem e premiarem seus funcionários. Indagado sobre uma abertura de capital da companhia, a exemplo de suas concorrentes, Rappaport deixa o assunto no ar. “A empresa está pronta. Mas isso vai depender dos acionistas.”

(Nota publicada na Edição 1084 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Hugo Cilo)


Mais posts

Lugar de empresa é no parque

O Instituto Semeia, ONG criada pelo co-fundador da Natura, Pedro Passos, quer aproveitar a onda pró-privatizações do futuro governo [...]

Não é fácil ganhar R$ 120 milhões

O médico e empresário Adiel Fares, dono da rede de clinicas médicas que leva seu sobrenome, já está com o balanço financeiro de 2018 [...]

O ‘delay’ da crise

Pesquisa da Fundação Dom Cabral (FDC) pode ajudá-lo a entender a dinâmica da economia. Lívia Barakat, coordenadora do estudo [...]

Missão quase impossível

Um grupo formado por 70 empresas credoras do consórcio Sinopec/Galvão Engenharia acaba de ser constituído para tentar uma missão quase impossível: reaver cerca de R$ 120 milhões. O consórcio formado entre a chinesa Sinopec e a brasileira Galvão Engenharia era responsável pela construção da fábrica UFN 3 (unidade de fertilizantes nitrogenados), em Três Lagoas (MS). […]

Frase da semana

“Não há guinada à direita. O PSDB é um partido de centro. É importante para o Brasil ter um partido longe dos extremos. Um partido de [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.