A operação interna da Bradesco Saúde

Maior operadora do Brasil, a Bradesco Saúde tem conseguido, com precisão cirúrgica, manter o ritmo de crescimento apesar da forte redução do número de segurados no País. Em 2018, com cerca de 3,6 milhões de clientes, a empresa e sua controlada Mediservice contabilizaram, juntas, faturamento superior a R$ 23,7 bilhões — crescimento de 6,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. O número fica ainda melhor quando se sabe que a companhia perdeu mais de 700 mil segurados em três anos. “Apesar dos desafios, conseguimos nos sair bem no ano passado”, afirma Manoel Peres, diretor-presidente da Bradesco Saúde. “Temos a expectativa de que em 2019 a vida vai melhorar um pouco, com a economia se movimentando mais, com crescimento do PIB e o retorno da renda e do emprego.”

Para conseguir equilibrar os negócios e crescer em um mercado em queda, o executivo prescreveu uma reestruturação do modelo de negócios. Segundo ele, foi preciso renegociar contratos e alterar a fórmula de remuneração dos mais de 46 mil prestadores médico-hospitalares. “Em vez de pagar pelo modelo de conta aberta, em que éramos cobrados por cada gaze, cada agulha e cada seringa, adotamos o sistema que a gente chama de procedimento padronizado, em que práticas com elevada previsibilidade de desfechos clínicos, tipo hérnias e partos, tenham um valor fixo”, diz Peres. “Dessa forma, a gente deu mais segurança para os nossos clientes empresariais e manteve o custo da assistência mais estável.”

(Nota publicada na Edição 1113 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

A reinvenção da costela

Proprietário do restaurante Dr. Costela, na rodovia Régis Bittencourt, em Itapecerica da Serra (SP), o empresário e chef Celso Frizon [...]

Uma fórmula química para o crescimento

Todos os ingredientes positivos da economia brasileira em 2020, entre eles o auxílio emergencial e o aumento do crédito, deverão estar [...]

Quem quer dinheiro?

Poucas startups e PMEs têm acesso a fundos de venture capital no Brasil. Já os bancos costumam ter processos longos e não raro negam empréstimos a empresas jovens. Foi pensando em solucionar esses gargalos que nasceu a Divibank, que providencia capital para PMEs e startups, financiando campanhas de Google, Facebook e TikTok. “Oferecemos um novo […]

A vez do crowdfunding

A Bricksave, empresa de crowdfunding imobiliário sediada em Londres, com escritório em São Paulo, está confiante no crescimento do [...]

E-commerce com força máxima

Segundo pesquisa realizada pela EbitNielsen, e-commerce deve faturar nada menos que R$ 110 bilhões neste ano. O resultado virá com um [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.