Edição nº 1122 24.05 Ver ediçõs anteriores

A nova cara do RH

A nova cara do RH

“Bater ponto” está cada vez mais próximo de virar uma expressão do passado. A empresa brasileira Pontomais desenvolveu um
sistema de reconhecimento facial para identificar e registrar os horários de entrada e saída de funcionários nas empresas. A plataforma leva cerca de três segundos para fazer o reconhecimento e, então, destravar uma porta ou catraca. Para fazer isso, uma câmera é usada para analisar a estrutura óssea da face da pessoa e, então, compará-la com uma foto previamente
registrada no sistema. Será o fim do funcionário fantasma?

(Nota publicada na Edição 1099 da Revista Dinheiro)

 


Mais posts

Bill Gates sugere cinco livros (disruptivos)

“Cada livro a seguir, com exceção de um”, diz Bill Gates, “lida com a ideia de ruptura. Mas não quero dizer ‘ruptura’ na maneira como [...]

Edição de vídeo simplificada

Junte programas de edição de vídeo de sucesso, como Premiere Pro e Audition, destinados a profissionais, e os simplifique. Esse é o [...]

Tesla, Tesla…

Relatório do Conselho Nacional de Segurança de Trânsito dos EUA confirma que o motorista de um veículo Tesla Model 3 – Jeremy Banner – [...]

Faces que o Facebook controla

Estudo da ONG Consumer Reports indica que usuários do Facebook podem não ter a capacidade de impedir que a plataforma use a tecnologia [...]

O gato aborrecido e 2,7 milhões de seguidores tristes

Sua expressão inegavelmente chateada se tornou símbolo universal de descontentamento. Grumpy Cat, o gato mais famoso da internet, [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.