Edição nº 1129 12.07 Ver ediçõs anteriores

A gente não quer só salário

A gente não quer só salário

Em um processo seletivo, só o salário oferecido não basta para atrair bons profissionais. Para 40% dos entrevistados pelo 8º Índice de Confiança Robert Half (ICRH), a possibilidade de crescimento é o principal ponto levado em consideração, seguido por pacote de benefícios (20%) e valores e propósitos da empresa (17%). Outros aspectos considerados são: a distância entre casa e trabalho (5%), autonomia (5%), flexibilidade de horário (4%) e reputação da empresa (4%). Apenas 2% levam em consideração a possibilidade de trabalhar remotamente e 1% questiona a carga horária. E mesmo com o cenário econômico desafiador, 40% dos profissionais com nível superior atualmente empregados trocariam de empresa se tivessem possibilidade de desenvolvimento na carreira. “A valorização de benefícios não-financeiros evidencia o quanto o perfil do profissional vem mudando ao longo do tempo. Hoje eles buscam uma relação de ganha-ganha com o empregador”, diz Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half. “É claro que dinheiro ainda é importante e fundamental para a vida das pessoas, mas os empregadores agora têm um grande desafio de estruturar um bom plano para atrair e reter os melhores talentos.”

(Nota publicada na Edição 1126 da Revista Dinheiro)


Mais posts

“A reforma tributária vai aumentar a arrecadação”

Serafim de Abreu Júnior, vice-presidente da IBM América Latina

O campo digital da Bayer

Após lançar o maior programa de fidelidade do agronegócio no mundo para a Bayer, a brasileira Bravium, criada em 2013, acaba de [...]

O negócio seguro do BB

O Banco do Brasil não pode reclamar do seu desempenho no mercado de seguros. No primeiro semestre, a Brasilseg, nova seguradora da BB Seguros, atingiu R$ 1,8 bilhão em prêmios e se consolidou na liderança nos ramos em que atua, com 13,72% de fatia de mercado. De acordo com Fernando Barbosa, CEO da companhia, contribuiu […]

Sorria para o robô

Que os chefes estão sempre de olho na equipe, não é novidade. Mas agora as empresas poderão ter robôs para ajudar a aumentar a [...]

Futebol X Soccer

A Next Academy, rede de franquias de academias com foco em bolsas de estudos nos Estados Unidos a partir da prática do futebol, definiu [...]
Ver mais