A culpa não é só das chuvas

A culpa não é só das chuvas

O caos gerado pelas chuvas nas grandes cidades brasileiras, como as que deixaram debaixo d’água Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo nas últimas semanas não é culpa apenas do índice pluviométrico, mas da ocupação desordenada e da impermeabilização do solo. Segundo dados do Mapeamento Anual da Cobertura e Uso do Solo no Brasil (MapBiomas), entre 1985 e 2018 a mancha urbana paulistana cresceu 11%. Sem conseguir penetrar na terra e com pouco espaço, a água corre diretamente para córregos e rios, que não suportam e transbordam. Por essa razão, é preciso pensar em alternativas para mitigar os estragos causados pelas chuvas. Além de aumentar as áreas verdes, é necessário investir em tecnologias mais ecológicas como sistemas de pavimentação que absorvem água. A Votorantim Cimentos, por exemplo, oferece em seu portfólio uma solução nessa linha, o concreto permeável, que tem grande capacidade de absorção e pode ser usado em estacionamentos, calçadas, pátios de empresas, ciclovias, praças e piscinões. Outro exemplo é o asfalto poroso desenvolvido pela Universidade de São Paulo (USP), que tem grande capacidade de absorção. Em um experimento feito pela instituição em um período que choveu quase 40 dias seguidos, o asfalto conseguiu aliviar em 50% os efeitos locais de uma forte chuva, segundo o professor da instituição Rodolfo Martins.

 

Werther Santana

(Nota publicada na edição 1158 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Pantanal ameaçado

Considerado um dos biomas mais úmidos e diversos do planeta, o Pantanal está sendo destruído pelo fogo sem controle. Do início do ano [...]

Europeus contra importações brasileiras

Aumenta a ameaça de impactos negativos na economia frente o descaso das autoridades com a Amazônia. Na terça-feira 15, oito países [...]

Agora digital, Engema se torna mais inclusivo

O Encontro Internacional de Gestão Empresarial e Meio Ambiente (Engema) promovido pela Faculdade de Economia e Administração da USP [...]

Reunião de gigantes pelo bem

Com o intuito de redefinir os negócios para que sejam mais inclusivos, igualitários e regenerativos, o B Lab anunciou a formação do primeiro grupo do B Movement. Bonduelle, Gerdau, Givaudan e Magazine Luiza foram as empresas selecionadas para participar do programa que terá mentoria de Danone North America e Natura&Co. Como contrapartida se comprometem, entre […]

Aceitam-se tablets

Após o intenso período de educação à distância e sem perspectivas de voltas às escolas na rede pública de São Paulo, a startup [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.