Negócios

“A Amazon um dia irá falir”, diz Jeff Bezos

Ainda sobre uma eventual falência, Bezos disse que a maneira de atrasar o que ele considera "inevitável", é focar em seus clientes

“A Amazon um dia irá falir”, diz Jeff Bezos

Jeff Bezos, CEO da Amazon, tem patrimônio estimado de US$ 45,2 bilhões

Em uma reunião geral dos setores da Amazon, Jeff Bezos, CEO da companhia, admitiu a possibilidade de sua empresa falir. A declaração foi publicada pela CNBC, que conseguiu as gravações do encontro em que Bezos falou pela primeira vez sobre o assunto, mesmo depois da Amazon ter atingido valor de mercado de US$ 1 trilhão.

“A Amazon não é tão grande para não falir. Na verdade, eu prevejo que um dia a Amazon irá falir”, declarou o CEO. O assunto sobre o futuro e a saúde financeira da empresa veio à tona quando funcionários questionaram sobre o recente pedido de falência da Sears . “Se você olhar para grandes companhias, suas expectativas de vida tendem a ser de 30 ou mais anos, e não 100 ou mais”.

Mesmo com a fala, a Amazon vem nos últimos tempos tendo cada vez mais boas notícias. Além do fato de ter se tornado uma das poucas empresas do mundo a valer US$ 1 trilhão, ela recentemente anunciou a construção de sua segunda sede, em dois locais separados – Nova York e Arlington, no Estado da Virgínia – e não demonstra sinais de estar perdendo mercado. Pelo contrário, sua proposta de mercado sem caixas está prestes a se tornar um paradigma do varejo físico.

Ainda sobre uma eventual falência, Bezos disse que a maneira de atrasar o que ele considera “inevitável”, é focar em seus clientes.

“Se começarmos a focar em nós mesmos ao invés de em nossos clientes, esse será o início do fim. Temos que tentar atrasar isto o máximo possível”. Segundo a CNBC, o principal medo dos funcionários da Amazon em relação ao futuro da empresa tem a ver com regulações governamentais e políticas antitruste.