Estilo DINHEIRO

51 planos de saúde são suspensos por reclamações

Crédito: Reprodução/Divulgação

A medida determina a inclusão do exame para a detecção do coronavírus dentro do rol de procedimentos obrigatórios para os beneficiários de planos de saúde (Crédito: Reprodução/Divulgação)

Que a qualidade do serviço prestado pela maioria dos planos de saúde brasileiros é péssima, todos sabem. Mas a situação é mais grave do que se imaginava. Tanto que a Agência Nacional de Saúde (ANS) anunciou, nesta sexta-feira (30), a suspensão de 51 planos de saúde de todo o País. A decisão foi motivada pelo enorme número de reclamações feitas pelos consumidores no segundo trimestre deste ano. Resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que atua para proteger os usuários do setor, a medida passa a vigorar a partir da próxima sexta-feira, dia 6 de setembro. Entre as reclamações mais comuns feitas pelos beneficiários dos planos, estavam a demora no atendimento e o não atendimento dentro dos prazos estabelecidos pela ANS. Os planos de saúde, quem diria, entraram de vez na UTI. E vai ser complicado sair de lá.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?