Estilo DINHEIRO

51 planos de saúde são suspensos por reclamações

Crédito: Reprodução/Divulgação

A medida determina a inclusão do exame para a detecção do coronavírus dentro do rol de procedimentos obrigatórios para os beneficiários de planos de saúde (Crédito: Reprodução/Divulgação)

Que a qualidade do serviço prestado pela maioria dos planos de saúde brasileiros é péssima, todos sabem. Mas a situação é mais grave do que se imaginava. Tanto que a Agência Nacional de Saúde (ANS) anunciou, nesta sexta-feira (30), a suspensão de 51 planos de saúde de todo o País. A decisão foi motivada pelo enorme número de reclamações feitas pelos consumidores no segundo trimestre deste ano. Resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que atua para proteger os usuários do setor, a medida passa a vigorar a partir da próxima sexta-feira, dia 6 de setembro. Entre as reclamações mais comuns feitas pelos beneficiários dos planos, estavam a demora no atendimento e o não atendimento dentro dos prazos estabelecidos pela ANS. Os planos de saúde, quem diria, entraram de vez na UTI. E vai ser complicado sair de lá.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel