Ciência

2022 deve ser o ano ‘em que acabaremos com a pandemia’, diz diretor da OMS

Crédito: AFP

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva em 20 de dezembro de 2021 na sede da OMS em Genebra - AFP (Crédito: AFP)

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta segunda-feira (20) que 2022 deve ser o ano “em que acabaremos com a pandemia”.



Tedros Adhanom Ghebreyesus expressou o desejo em uma entrevista coletiva em Genebra, onde também defendeu a redução da desigualdade no acesso às vacinas.

+Preços recuam com rápida disseminação da Ômicron

Com o surgimento da variante ômicron, detectada na África do Sul em novembro e muito mais contagiosa, alguns países enfrentam uma quinta onda de covid-19 e apertam as restrições sanitárias.

Nesse sentido, o chefe da OMS alertou para os riscos das reuniões familiares neste período de festas.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



“No próximo ano, a OMS está empenhada em fazer todo o possível para acabar com a pandemia”, acrescentou.

“Se quisermos acabar com a pandemia no próximo ano, devemos acabar com a desigualdade (no acesso às vacinas), garantindo que 70% da população de todos os países esteja vacinada até meados do ano que vem”, disse Tedros.