Edição nº 1019 19.05 Ver ediçõs anteriores

Uber sofre revés em caso com Google …

Uber sofre revés em caso com Google …

A Uber sofreu um revés no caso que envolve a empresa de carros autônomos do Google, a Waymo. O juiz norte-americano William Alsup decidiu que a Uber terá que devolver os arquivos baixados por Anthony Levandowski, acusado de roubar milhares de documentos da empresa, até o final deste mês. Apesar disso, o juiz permitiu que o polêmico aplicativo de transporte siga com o desenvolvimento de seu projeto de veículo sem motorista, mas Levandowski terá que ficar afastado do cargo. “A competição deve ser alimentada pela inovação nos laboratórios e nas ruas, não por ações ilegais”, disse o porta-voz da Waymo, Johnny Luu.


… e a Waymo associa-se à Lyft

Din1019_Mercado3

Além de comemorar a vitória, a Waymo associou-se à Lyft, principal rival da Uber nos EUA, para testar carros autônomos. A empresa do Google atualmente está realizando testes usando minivans Chrysler equipadas com sua tecnologia em Phoenix, nos EUA. A Uber, por sua vez, está pesquisa carros autônomos em diversas cidades americanas. A Lyft também desenvolve veículos sem motorista em parceria com a General Motors, que comprou uma fatia da startup.

(Nota publicada na Edição 1019 da Revisa Dinheiro)

Mais posts

O carro voador da Toyota

A japonesa Toyota decidiu apoiar um projeto de carro voador desenvolvido por jovens engenheiros. O objetivo desse grupo é que o veículo [...]

O foguete Amazon

No dia 15 de maio de 2017, a Amazon comemorou 20 anos como empresa aberta. Confira alguns dados:

O avanço dos televisores

O mercado de televisores parece dar indícios de recuperação no Brasil. Uma pesquisa da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos [...]

O sequestro do filme “Piratas do Caribe”

Ao mesmo tempo em que centenas de milhares de computadores tiveram seus dados criptografados por hackers que só o liberavam mediante a [...]

US$ 3,5 trilhões

É o que deve ser gasto mundialmente em tecnologia da informação em 2017, segundo estimativa da consultoria Gartner (Nota publicada na Edição 1019 da Revisa Dinheiro)

Ver mais