Edição nº 1016 28.04 Ver ediçõs anteriores

Por que São Paulo deixou o ranking das melhores cidades para criar uma startup

Por que São Paulo deixou o ranking das melhores cidades para criar uma startup

O Museu de Arte de São Paulo (Masp). um dos cartões postais da cidade que já foi uma das melhores para fundar uma startup

A crise econômica e política, que se desenrola desde o fim 2014, fez mais uma vítima. São Paulo, que já foi uma das 20 melhores cidades do mundo para fundar um startup, deixou o ranking deste ano.

Esse é um dos dados do estudo “Global Startup Ecosystem Report 2017”, realizado pela Startup Genome, em parceria com GEN, Crunchbase e Orb Intelligence.

“Os desafios econômicos e políticos enfraqueceram o ecossistema”, diz um trecho do relatório sobre a cidade de São Paulo. “Mas novos entrantes da China e da Suécia tornaram impossível não perder terreno na comparação global.”

Sem surpresas, o Vale do Silício, Califórnia, manteve a primeira posição. O ranking conta ainda com Nova York, Londres, Pequim e Boston, nesta ordem, como as cinco melhores cidades para se criar uma startup.

O estudo aponta que, apesar da queda, uma série de iniciativas tem fortalecido o ambiente de startups na cidade de São Paulo. “Grandes companhias de tecnologia estão compromissadas a fazer de São Paulo seu quartel-general”, segundo o estudo.

O relatório da Genome Startup diz que a cidade de São Paulo continua a produzir startups de sucesso e cita a VivaReal, site de vendas de imóveis fundado pelo  americano Brian Requarth, que captou aproximadamente US$ 75 milhões.

Estrearam no ranking deste ano Pequim, Xangai e Estocolmo. Foram pesquisadas 55 cidades de 28 países.

Confira as 20 melhores cidades do mundo para fundar uma startup:

1 – Vale do Silício

2 – Nova York

3 – Londres

4 – Pequim

5 – Boston

6 – Tel Aviv

7 – Berlim

8 – Xangai

9 – Los Angeles

10 – Seattle

11 – Paris

12 – Cingapura

13 – Austin

14 – Estocolmo

15 – Vancouver

16 – Toronto

17 – Sidney

18 – Chicago

19 – Amsterdã

20 – Bangalore

Tópicos

startups São Paulo

Mais posts

IPO da Netshoes mostra que Brasil está longe de gerar seu primeiro unicórnio

A abertura de capital da varejista online de artigos esportivos Netshoes na Bolsa de Nova York (Nyse) é um marco para as startups [...]

Positivo segue Apple e muda nome

Quando lançou o iPhone, em 2007, a Apple resolveu tirar a palavra Computer de seu nome. Optou por acrescentar apenas Inc. Afinal, a [...]

Tesla transforma-se na fabricante de carros mais valiosa dos EUA

O centro do mercado automobilístico americano mudou-se de Detroit, conhecida como “Motor City”, para o Vale do Silício, na Califórnia. [...]

Sem Romero Rodrigues, para onde caminha o Buscapé?

Em setembro de 2015, Romero Rodrigues escreveu uma carta na qual anunciava que estava deixando o cargo de CEO do Buscapé, empresa [...]

BMG associa-se à Bossa Nova e tem R$ 100 milhões para investir em startups

O grupo BMG tornou-se sócio minoritário da Bossa Nova Investimentos, empresa que investe em startups liderada pelos empresários Pierre [...]
Ver mais

Recomendadas