Edição nº 1032 18.08 Ver ediçõs anteriores

O senhor do tempo

O senhor do tempo

Depois de assumir as operações da fabricante suíça de relógios Tag Heuer no Brasil e trazer marcas como Alpina, Bomberg e Frederique Constant, o empresário Freddy Rabbat continua em busca de novas grifes para vender no País. No mercado, a conversa é a de que ele estaria de olho em uma marca de grande porte. Procurado, ele nega. A conferir.

(Nota publicada na Edição 1030 da Revista Dinheiro)

Mais posts

Ele quer ser sócio de mil empresas

Fundada em 2011, a Bossa Nova Investimentos fazia aportes pontuais em algumas startups. Mas, em julho de 2016, a companhia estipulou [...]

Cada vez mais shopping

O Mercado Livre está, de fato, se tornando um shopping no sentido literal da palavra. Igual aos grandes centros de compra, a empresa de [...]

Crise imobiliária?

A crise não tem sido tão dura quanto parece. Pelo menos para o público AAA. E quem celebra é a construtora Cyrela. Há nove meses, a [...]

Luxo asiático no Brasil

Uma das maiores redes hoteleiras de luxo do mundo, a cingapuriana Shangri-La Hotels, está de olhos bem abertos no mercado brasileiro. O [...]

Varejo sobe ou desce?

Após o IBGE surpreender os analistas e constatar uma expansão de 3% em junho no comércio em relação ao mesmo período de 2016, o setor deu uma patinada em julho. É o que aponta o Índice de Consumidores no Varejo (IVC), apurado pela Virtual Gate, empresa que fornece soluções para aumentar a taxa de conversão […]

Ver mais