Economia

Volkswagen assume culpa por fraude nos EUA e pagará US$ 4,3 bi por ‘dieselgate’

A Volkswagen admitiu a culpa por fraude e pagará multas adicionais no total de US$ 4,3 bilhões nos Estados Unidos, devido ao “Dieselgate” – anunciou o Departamento de Justiça nesta quarta-feira (11).

Essa combinação de multas civis e penais permitirá à fabricante alemã escapar de julgamento. Além disso, soma-se aos US$ 17,5 bilhões que a montadora já se comprometeu a desembolsar para cobrir os custos do escândalo que veio à tona em setembro de 2015 nos Estados Unidos.

A empresa reconheceu que participou de uma “conspiração” para enganar seus clientes e as autoridades americanas, mas também “obstruiu a Justiça”, destruindo documentos para ocultar suas atuações, informou o Departamento em um comunicado.

No final de 2015, a Volkswagen teve de reconhecer que equipou 11 milhões de seus veículos no mundo, entre eles 600.000 nos Estados Unidos, com um programa que minimizava o nível real das emissões de gases poluentes.

As autoridades anunciaram também o indiciamento de cinco novos empregados e diretores da empresa, todos residentes na Alemanha.