Acionistas da Vale aprovam novos nomes para conselho de administração

17/04/2015 13:22

Compartilhe:

Imprimir:

Os acionistas da Vale aprovaram nesta sexta-feira, 17, em Assembleia Geral Ordinária (AGO) a nova composição do conselho de administração da mineradora para o período 2015-2017. Foram eleitos como titulares, por indicação da acionista controladora Valepar, Tarcísio José Massote Godoy, atual secretário-executivo do Ministério da Fazenda, e Fernando Jorge Buso Gomes. Também foi homologada a escolha de Lucio Azevedo na vaga dos empregados da Vale e de Antonio Miguel Marques como membro independente.

Gomes é diretor do Banco Bradesco BBI desde 2006, além de membro do conselho da Sete Brasil e da CPFL, entre outras empresas. Atualmente na Fazenda, na equipe do ministro Joaquim Levy, Godoy tem experiência no setor de seguros e foi diretor geral da Bradesco Auto Re até o ano passado. Ele também atuou como secretário do Tesouro Nacional entre 2006 e 2007.

O novo presidente da Previ, Gueitiro Matsuo Genso, foi mantido no assento que passou a ocupar este ano em substituição a Paulo Rogério Caffarelli, ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda, que renunciou em março.

Foram reeleitos ao conselho o ex-presidente da Previ, Dan Conrado; o presidente do BNDES Luciano Coutinho; o diretor de seguridade da Previ, Marcel Juviniano Barros; o diretor vice-presidente executivo e membro do Comitê de Gestão Integrada de Riscos do Bradesco, Sergio Alexandre Figueiredo Clemente; o executivo da Mitsui, Hiroyuki Kato; e o consultor e membro do conselho da Valepar, Oscar Augusto de Camargo Filho.

Também foi homologado na AGO o nome de Lucio Azevedo como representante dos empregados da Vale. Azevedo será o conselheiro titular na vaga dos empregados em lugar de João Batista Cavaglieri, presidente do Sindicato dos Ferroviários do Espírito Santo e Minas Gerais (Sindifer ES/MG). Maquinista, ele está na mineradora desde 1985 e é presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias dos Estados do Maranhão, Pará e Tocantins desde 2013.

Como não houve indicação para o conselho por parte dos acionistas minoritários foi aprovado o nome de Antonio Miguel Marques como membro independente do conselho. Engenheiro de minas, Marques foi diretor de não Ferrosos (2004) e Novos Negócios (2001 a 2003) da Vale. Também presidiu o conselho de administração da Camargo Corrêa.

Ao todo quatro nomes foram substituídos no conselho. Entre eles estão Mário da Silveira Teixeira Junior, indicado pela Bradespar e ocupante da vaga desde 2003; o vice-presidente de Gestão de Pessoas do Banco do Brasil, Robson Rocha; e José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha, presidente do conselho de administração da Oi e ex-BNDES. Robson Rocha assumiu uma vaga de suplente.

Estadão conteúdo

Avalie esta notícia:  starstarstarstarstar

Compartilhe:

Imprimir:

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)

Leia também