Mais 6 montadoras chinesas chegarão ao Brasil no segundo semestre

13/03/2013

Compartilhe:

Imprimir:

Com desaceleração econômica e redução de consumo no ano passado, a China apontou ainda mais seus holofotes para a América Latina, região em que o Brasil ganha destaque como o maior mercado de automóveis.

Atualmente, o gigante asiático possui aproximadamente 40 montadoras, das quais pelo menos 10 estariam interessadas em investir no Brasil.  Segundo a Câmara Brasil China, as marcas BYD, Beijing Automobile Group, Changan, Jingbei, FAW e YTO já poderiam desembarcar no País nos próximos meses. 
 
Há algumas semanas, a Geely anunciou que iniciará suas vendas em agosto. Hoje, já comercializam seus carros no Brasil a Chery, Jac Motors, Hafei e Fóton - a JAC, por sua vez, está construindo uma fábrica no município baiano de Camaçari. ?É um marco importante para a indústria automobilística brasileira, pois será a primeira montadora de automóveis de grande volume do Brasil?, diz Sergio Habib, presidente da JAC no Brasil.
 
Daniel Lau, diretor de prática corporativa China da KPMG, explica que a região e, principalmente, o Brasil já eram estratégicos para as montadoras chinesas. ?Não vejo nenhuma possibilidade de estagnação em relação a marcas chinesas no Brasil, até porque nosso mercado é bastante consolidado?.
 
 
MCHINESA.JPG
As montadoras chinesas venderam 1 milhão de automóveis em 2012
 
Dados apresentados por Lau dão conta de que as montadoras chinesas venderam 1 milhão de automóveis em 2012. Os principais mercados em que atuam são a América do Sul, Rússia, Argélia, sudeste asiático, África do Sul e países árabes. ?A chegada de empresas chinesas ao Brasil começou há três anos. As que vieram primeiro arcaram com algum ônus. As que chegam agora já encontram um mercado bem mais consolidado?.
 
Uma das que mais investem no Brasil é a JAC Motors. Em 2011, ano em que a companhia iniciou uma campanha massiva na TV aberta, foram vendidos mais de 10 mil carros da marca no Brasil.
 
Na mesma época, a Hafei vendeu 8.800 unidades e a Chery 8.065. No ranking de vendas de 2011, a JAC ficou em 14º, seguida de Hafei e Chery. 
 
A Foton Aumark, representante no Brasil da Beiqi Foton Motor Co, maior montadora de caminhões da China, promete a construção de uma fábrica em 2013. Orlando Merluzzi, vice-presidente da Foton, adianta que a empresa já começou a prospectar interessados em representar a marca e abrir concessionárias nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás e Distrito Federal. 
 
?Tivemos de antecipar a construção de 2018 para 2013 em função da lei que beneficia as montadoras nacionais?. A Beiqi já possui concessionárias em Guarulhos, Várzea Paulista e Jundiaí. A Foton já importa, há três anos, volume significativo de unidades. ?Agora estamos no processo de conversar com nossos futuros parceiros. O objetivo é abrir 30 concessionárias até o final de 2013?. 
 
A Geely será representada no Brasil pelo Grupo Gandini, do empresário José Luiz Gandini, que também detém a marca Kia. A empresa começará a importar os automóveis chineses a partir do segundo semestre. 

ENTREVISTA
 
Para Charles Tang, presidente da Câmara Brasil China, o foco da China será cada vez mais os países emergentes
 
                                                       presidente camara brasil china.JPG
 
DINHEIRO - O que continua despertando o interesse das montadoras de automóveis e caminhões pelo mercado brasileiro?
Charles Tang - O Brasil é um dos principais e importantes mercados de automóveis do mundo. Além disto, a crise europeia e a continuação de uma economia americana fraca, o foco da China se concentrou mais nos paises emergentes onde um dos principais seria o Brasil.

Quais são as montadoras que já estão no Brasil?
Jac Motors, que a nossa Câmara apresentou para seu representante no Brasil, irá construir sua montadora em Camaçari. A Chery iniciou a sua fábrica, Geely fechou acordo com a empresa que representa KIA, Great Wall também concluiu entendimentos com grupo brasileiro. Estamos também ajudando a SAIC que produz a MG se instalar no Brasil. Se incluimos outros tipos de veículos como a linha amarela de construção rodoviária, temos a SANY, a XCMG com outras como XGMA, Zoomlion, com intenção de se instalar também. Em termos de caminhões temos a Sinotruck, Foton que virá, a Sachma que fechou acordo com Randon e a Dongfeng.
 
Existe possibilidade de que venham mais empresas? Existem outras montadoras interessadas?
Sim, a BYD, Beijing Automobile Group, Changan, Jingbei, JAC caminhões, FAW, YTO tratores e outras.
 
 
 

Avalie esta notícia:  starstarstarstarstar

Compartilhe:

Imprimir:

Deixe um comentário

(O comentário não pode exceder 500 caracteres)