Cobiça

Tempo é dinheiro

Você pagaria por um relógio de pulso mais de meio milhão de reais, o equivalente ao preço de um Porsche 911 Carrera?  

Preço: R$ 534 mil

Você pagaria por um relógio de pulso mais de meio milhão de reais, o equivalente ao preço de um Porsche 911 Carrera? Para a cobiçada marca Patek Philippe, há quem esteja disposto a cometer essa ousadia. A grife suíça é considerada o haute couture da relojoaria. Desejados no mundo todo, os modelos são tratados como autênticas obras de arte. A última novidade que leva a assinatura da marca é o exclusivo 5270G-001, cronógrafo com calendário perpétuo. No Brasil, a peça virá apenas sob encomenda – se houver, é claro. Equipado com movimento mecânico manual à corda, ele é produzido por artesãos que colocam em funcionamento harmônico as 456 minúsculas peças que dão movimento às engrenagens do relógio. O refinamento fica a cargo do fundo de cristal de safira. Tudo isso acondicionado em uma estrutura em ouro branco 18K, com 41 mm de diâmetro, e pulseira de couro de crocodilo. www.hstern.com.br

 

30.jpg

 

 

 

 

Preço: R$ 46 mil


Brincando de ourives

 

A designer de joias Emar Batalha decidiu investir no conceito “joias do seu jeito”, permitindo que suas clientes personalizem as peças da forma que quiserem. O anel de diamantes em formato de coração pode alcançar o valor de R$ 1 milhão, de acordo com o tamanho da pedra e da cor (diamante amarelo ou rosa). Também é possível trocar as carreiras de safira por rubis ou esmeraldas. É a oportunidade de brincar de ourives. www.emarbatalha.com.br

 

31.jpg

 

 

 

Preço: R$ 12 mil


Cadê a minha bolsa?

 

Muito provavelmente, bolsas são os artigos mais desejados pelas mulheres brasileiras – ao lado de sapatos, é claro. E algumas marcas de luxo, como a Dior, já perceberam isso. Dias atrás, ao anunciar um novo modelo no Brasil, rapidamente se criou uma ampla fila de espera pela novidade, que custará a partir de R$ 12 mil. Mas apenas oito terão acesso à peça. Feita totalmente à mão, a bolsa é confeccionada em couro python. A peça faz parte da linha Miss Dior, que, segundo a marca, identifica mulheres de estilo em meio à multidão.  www.dior.com

 

32.jpg

 

 

 

Preço: R$ 7,5 mil


Escrita luxuosa

 

A Faber-Castell, famosa por seus lápis de cor e gizes de cera, está mais sofisticada. Confeccionada com metais nobres, como platina e ouro 18K, e detalhes de madeira da oliveira cortada em ângulo reto, a caneta tinteiro Elemento é uma peça feita para os 250 anos da marca alemã. A caneta foi produzida em edição limitada – apenas 1.761 exemplares, número que remete ao ano de fundação da empresa. No Brasil, há só cinco peças.  www.faber-castell.com.br

 

 

 

33.jpg

 

 

 

 

 

Preço: US$ 670


Melhor que o iPhone?

 

Não é de hoje que o mundo do design e o da tecnologia encontram maneiras de trilhar novos caminhos. Exemplo disso é o lançamento da alemã Jil Sander, que acaba de elaborar seu primeiro smartphone em colaboração com a coreana LG Eletronics. Seria apenas mais um telefone celular multifunções não fosse a assinatura da grife. Por dentro, nenhuma surpresa. O telefone funciona com sistema operacional Windows, com câmera de 5 megapixels que filma vídeos em HD e a tela touchscreen de 3.8 polegadas. Por fora está o diferencial. Além do visual com design minimalista, o aparelho vem com um exclusivo aplicativo que dá acesso ao conteúdo da marca. Melhor que o iPhone? Diga você. www.jilsander.com

 

34.jpg

 

 

 

Colaborou Ale Ougata