ECONOMIA

Nº edição: 663 | Economia | 18.JUN.10 - 21:00 | Atualizado em 17.04 - 21:35

Força estrangeira

Nunca tantos cidadãos de outros países pediram visto de trabalho no Brasil como agora. E isso indica a necessidade de mais investimentos em qualificação profissional

Por Rodolfo Borges

O britânico Christopher Willott trocou Londres por São Paulo no fim do ano passado e, desde então, toma aulas de português para não perder negócios no Brasil. Advogado do escritório Linklaters, especializado em grandes fusões, Willott faz parte de um batalhão de estrangeiros que deixou a terra natal na esperança de colher os frutos de uma economia em ebulição.
 

83.jpg
Arigatô, Petrobras: encomenda de 22 navios para a Transpetro trouxe de volta
ao Brasil 120 dekasseguis que trabalhavam em indústrias japonesas

 

“Estamos de olho no pré-sal, nos leilões de energia e em projetos como o trem de alta velocidade, o rodoanel e a Copa do Mundo 2014”, resume o advogado, que, só no primeiro trimestre deste ano, recebeu a companhia de mais 11.530 profissionais estrangeiros que vieram ao Brasil atrás de bons negócios, para suprir a carência de mão de obra especializada ou ajudar na instalação de equipamentos importados.

Números do Ministério do Trabalho, que concede os vistos de trabalho a estrangeiros, mostram um aumento de 13,6% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. “No ano passado, o setor de petróleo e gás sustentou sozinho o número de concessões. Neste ano, não é apenas o setor de petróleo que vai crescer”, disse à DINHEIRO o coordenador-geral de imigração do MTE, Paulo Sérgio de Moreira. Este ano, ele prevê ainda aumento das contratações de estrangeiros nas áreas de siderurgia, telecomunicações e petroquímica.
 

85.jpg
Christopher Willott: o advogado britânico trocou a terra da rainha pelo Brasil
em busca de bons salários e oportunidades

 

A “importação” de trabalhadores deu um salto em 2008, quando foram concedidas 43.993 autorizações temporárias, 33% a mais que em 2007. São técnicos que acompanham novas tecnologias ou executivos que inauguram sedes de empresas estrangeiras no País. Mas parte desse contingente é composta por profissionais que simplesmente não existem por aqui, como os 400 espanhóis e norte-americanos que trabalharam na proteção radiológica da usina de Angra 1 durante a troca dos geradores de vapor da usina, no ano passado.

“Nem sempre temos a quantidade necessária de pessoas. O programa nuclear brasileiro tem intervalos muito grandes”, explica José Eduardo Costa Mattos, chefe do escritório de obras da Eletronuclear. “O investimento do governo em grandes obras ficou parado durante muito tempo. Por isso, também foi diminuindo a procura pelas áreas da engenharia”, emenda Cynthia Attiê, gerente do Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura-RJ.).
 

84.jpg
Susana Carvalho: a executiva portuguesa ficou nove meses como turista por falhas no processo de imigração
 

Diretor da Aneinfra, o engenheiro Renato Angelim teme um colapso, caso não seja incentivada a formação de profissionais nessas áreas. “Países como Coreia do Sul e China formam 15 vezes mais engenheiros do que o Brasil”, compara. Enquanto isso, empresas com projetos grandes e sem tempo de esperar os novos profissionais brasileiros se formarem têm que continuar contando com os estrangeiros. A usina nuclear de Angra 3 começa a ser construída neste ano.

O mercado está tão bom que até brasileiros que tinham deixado a pátria atrás de oportunidades estão voltando. “Os salários no Brasil se tornaram, em média, maiores do que em boa parte do mundo”, avalia Marcelo De Lucca, diretor da empresa de recrutamento Michael Page. São pessoas como a soldadora Márcia Mitiko, que deixou o Brasil com 20 anos para tentar a sorte no Japão e, depois de trabalhar como intérprete, arriscou-se na função de soldadora do ramo naval.

Foi a capacitação adquirida nos cinco anos de serviço no setor que garantiu a ela e a outros 119 dekasseguis o planejado retorno ao País, direto para o Estaleiro Atlântico Sul (EAS), no Porto de Suape (PE). “Não há ninguém com a nossa experiência por aqui”, constata Márcia, hoje com 29 anos. “Treinamos três mil pessoas para o serviço, mas essa formação leva oito meses. Precisamos entregar 22 navios à Transpetro até 2014 e ainda estamos construindo o segundo”, disse à DINHEIRO o presidente do EAS, Ângelo Bellelis. Sem profissionais disponíveis no Brasil, ele planeja “importar” outros dekasseguis para dar conta das encomendas.

86.jpg

 

Preocupado com uma possível substituição da mão de obra nacional, o Ministério do Trabalho monitora o cumprimento das rígidas leis trabalhistas brasileiras. “Depois de certo tempo de operação no Brasil, os funcionários de plataformas de petróleo, por exemplo, devem ser gradativamente substituídos por brasileiros”, explica o coordenador de imigração Paulo Moreira. A legislação, revisada em 2004, também prevê o treinamento dos trabalhadores locais por quem vem de fora.

A executiva portuguesa Susana Carvalho descobriu essas deficiências da pior forma possível. Promovida para ocupar a direção-geral da espanhola Fertiberia-Brasil, Susana levou nove meses para regularizar sua situação no País. “Passei esse tempo como se fosse turista, sem direito a contratar seguro de saúde ou abrir conta bancária.

Eu só podia sacar R$ 600 por dia e meus móveis ficaram retidos no porto de Santos”, lembra a executiva, que chegou ao Brasil em julho do ano passado e só assumiu o cargo plenamente na semana passada. Durante esse período, Susana deu o azar de pegar uma greve no Ministério do Trabalho e sua documentação teve de ser toda revista em três momentos, uma para cada vez em que os funcionários brasileiros redigiram seu nome errado. Se o Brasil não qualificar sua mão de obra, pelo menos o aumento das concessões de trabalho deve dar conta de ensinar aos funcionários da imigração a redigir nomes estrangeiros.

 

> Siga a DINHEIRO no Twitter


ASSUNTOS RELACIONADOS

Multimídia

A missão mais difícil de Belini

O executivo que fez da Fiat a maior montadora do País tem pela frente a tarefa de manter a liderança do mercado em um ambiente de crise, cercado por concorrentes cada vez mais agressivos e numerosos. Confira os bastidores da reportagem

Quem vai mandar nessa turma?

Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica, prepara-se para passar o comando da empresa para seus filhos. em jogo, um negócio que movimenta mais de R$ 2 bilhões em 30 países

Os novos empreendedores do mercado erótico

Conheça histórias de empresários que mudaram radicalmente de ramo e decidiram apostar na indústria do prazer - que atualmente movimenta mais de US$ 46 bilhões por ano no mundo

Economia - Um vice-presidente com voz própria e personalidade forte

Crédito: Roberto Castro/Ag. Istoé

- - Fatos em Destaque

- - Fatos em Destaque


  • sex

    em 17/04/2014 18:21:55

    Very nearly 500 {US|All of us|Us all|People|You|United states|Individuals|Usa|You and me|Everyone|U . sex http://www.mbtwholesalefactory.com

    Denuncie esse comentário

    • sex

      em 17/04/2014 17:43:56

      Which can be where concern is located. sex http://www.mbtwholesalefactory.com

      Denuncie esse comentário

      • hollister deutschland

        em 16/04/2014 21:34:59

        Das Programm wird kostenlos an die Schulen zur Verf?gung gestellt, und wird gesch?tzt, um $ 2.000 bis $ 3.000 gesch?tzt werden, sagte Rebecca Elkins, der von Nevada ist.

        Denuncie esse comentário

        • sex

          em 16/04/2014 10:06:51

          This specific Danish agency resolved to go by way of potential for you to electricity as well as being at the moment thought of as a good quality significant producer. sex http://www.mbtwholesalefactory.com

          Denuncie esse comentário

          • victoria secret swimwear coupon codes

            em 14/04/2014 12:13:50

            Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

            Denuncie esse comentário

            • ray ban uk customer service

              em 14/04/2014 09:22:40

              Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

              Denuncie esse comentário

              • vendita occhiali ray ban

                em 14/04/2014 02:40:07

                unipr.it

                Denuncie esse comentário

                • nike blazer pas chere

                  em 14/04/2014 01:44:36

                  Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

                  Denuncie esse comentário

                  • victoria secrets uk on line

                    em 14/04/2014 00:50:47

                    Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

                    Denuncie esse comentário

                    • converse femme pas cher basse

                      em 14/04/2014 00:46:07

                      Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

                      Denuncie esse comentário

                      • lunettes de soleil pas cher

                        em 14/04/2014 00:42:08

                        Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

                        Denuncie esse comentário

                        • code réduction mango outlet

                          em 13/04/2014 23:19:53

                          Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

                          Denuncie esse comentário

                          • sac longchamp pas cher neuf

                            em 13/04/2014 22:07:24

                            Força estrangeira - ISTOÉ Dinheiro

                            Denuncie esse comentário

                            • nike factory store

                              em 12/04/2014 19:14:00

                              Also, how often is it that you list more than one past reference in a single sentence? "This kid is great, he'll be the next Michael Jordan, Kobe Bryant, LeBron James!"

                              Denuncie esse comentário

                              • hogan donna scontate

                                em 12/04/2014 10:06:01

                                ISO New England. (2008). Docket No. ER08 538 000; Filing of Changes to Day Ahead Load Response Program (February 5).?Denaro sulle borse europee

                                Denuncie esse comentário

                                • jordan 11 gamma blue

                                  em 12/04/2014 07:56:53

                                  Your Welsh take pleasure in spoon was presented with with a mankind towards women he / she liked as a symptom of his sincerity. jordan 11 gamma blue http://www.olsontek.com

                                  Denuncie esse comentário

                                  • jordan 11 gamma blue

                                    em 10/04/2014 19:35:36

                                    It is hard to describe, on the other hand might think that confidence. jordan 11 gamma blue http://www.olsontek.com

                                    Denuncie esse comentário

                                    • jordan 11 gamma blue

                                      em 10/04/2014 13:15:02

                                      Which will foliage the Leo's associates at all times standing around at the edge of all the group, looking ahead to that you notice them. jordan 11 gamma blue http://www.olsontek.com

                                      Denuncie esse comentário

                                      • best money here

                                        em 07/04/2014 01:07:12

                                        x30Wot Major thankies for the blog post.Much thanks again. Awesome.

                                        Denuncie esse comentário

                                        • best prices

                                          em 01/04/2014 12:46:26

                                          LKlcfR Great article.Thanks Again. Really Cool.

                                          Denuncie esse comentário

                                          Por favor, preencha todos os campos abaixo para deixar seu comentário.
                                          A Istoé Dinheiro pode utilizar este comentário para divulgação na revista impressa.

                                            Isto é compartilhar

                                            Divida sua leitura com seus amigos

                                            Colunas

                                            ver todos
                                            publicidade

                                            Edições especiais

                                            índice de matérias edições anteriores edições especiais assine a revista

                                            © Copyright 1996-2011 Editora Três
                                            É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
                                            Fechar [X]