NEGÓCIOS

Nº edição: 651 | Negócios | 26.MAR.10 - 21:00 | Atualizado em 20.04 - 02:11

Sr. McDonald's

Como Woods Staton, dono da operação da rede de fast-food na América Latina e Caribe, tirou a empresa da estagnação e vem batendo recordes de faturamento

Por Nicholas Vital, de Buenos Aires

Ouça um resumo da reportagem com Woods Staton, o homem responsável pelo crescui McDonald's a bater recordes de receita na América Latina
 

 

O argentino Woods Staton, 60 anos, entra na sede da Arcos Dourados, empresa que detém os direitos de exploração da marca McDonald’s na América Latina e Caribe, no subúrbio de Buenos Aires, e caminha lentamente sob os olhos de seus funcionários e de dezenas de jornalistas convidados para a entrevista coletiva anual da empresa. De repente, ele para. Conversa com um dos membros de sua equipe e, depois de um bate-papo rápido, se apressa para subir no palco do auditório onde apresentará os resultados da rede de fast-food.
 

104.jpg
Woods staton: "Temos aplicado em toda a América Latina a mesma disciplina que implantamos na Argentina"
 

Prestes a iniciar o discurso, abre um largo sorriso. E ele tem motivos de sobra para sorrir. Principal acionista e comandante da companhia, Staton levou o McDonald’s a um faturamento de US$ 3,6 bilhões em 2009, 2,9% a mais do que em 2008. Trata-se da maior receita já registrada desde 1967, data em que a empresa abriu seu primeiro restaurante na região.

No Brasil, principal mercado do McDonald’s na América Latina, não foi diferente: faturamento recorde de R$ 3,45 bilhões, um crescimento de 4,8%. Os recordes da maior cadeia de fast-food do mundo na região são um reflexo da gestão de Staton. E a receita para alcançar todos esses feitos em tão pouco tempo foi revelada com exclusividade à DINHEIRO: “Temos aplicado em outros mercados a mesma disciplina com a qual atuamos na operação Argentina”, disse Staton (leia entrevista).

Desde 2007, quando assumiu o comando do McDonald´s em toda a região (ele já era responsável pela operação argentina), Staton adotou práticas para reduzir os custos, aproveitou sinergias, voltou o foco para a logística e investiu na expansão do número de lojas. Na área de logística de distribuição, por exemplo, a mudança foi radical. Antes de sua entrada na companhia, os fornecedores estavam espalhados pelo País. Agora a operação é concentrada.
 

105.jpg
Em expansão: Rabach, presidente no Brasil (acima), comanda o investimento de US$ 50 milhões
na abertura de novas lojas, o que garantirá o retorno para os investidores, como Armínio Fraga, da Gávea (abaixo)

 

O hambúrguer de carne utilizado em todo o Brasil é produzido pelo frigorífico Marfrig em uma planta construída ao lado da sede do grupo, em Alphaville, nos arredores de São Paulo. Isso fez a empresa ganhar agilidade e permitiu padronizar a qualidade do produto. Além disso, Staton investiu quase US$ 450 milhões na expansão da rede nos últimos três anos. Ela passou de 544 unidades para 577 lojas no Brasil. E vem mais por aí.

106.jpg
Armínio Fraga

Até o fim de 2010, a empresa pretende investir mais US$ 50 milhões na abertura de 100 novos restaurantes. Com maior poder de fogo, conseguiu renegociar preço com seus fornecedores, o que também contribuiu para a redução dos custos e o aumento das margens operacionais.

Staton é um homem cuja rotina é não ter rotina. O executivo passa a maior parte de seu tempo viajando pelos 19 países em que opera. Sua vida é agitada. É normal vê-lo acordar em Buenos Aires, onde vive com a mulher e os três filhos, passar o dia visitando suas lojas em São Paulo e depois embarcar para a Cidade do México para nova rodada de visitas no dia seguinte.

Para ele, acompanhar o negócio de perto é fundamental. Ele explica que os bons resultados podem ser atribuídos, em grande parte, às constantes conversas com seus clientes em diversos países. Delas, surgiram a ideia de criar um cardápio mais saudável, com saladas e frutas – ação que, de certa forma, transformou a imagem da rede de fast-food. “Foi uma mudança radical”, afirma José Lupoli Júnior, professor titular do departamento de marketing da Universidade de São Paulo (USP).

108.jpg

 

“A ampliação do cardápio, com a venda de, por exemplo, maçã, e a abertura dos McCafés foram muito importantes para a mudança de imagem da marca”, completa. Staton não tem dúvida de que essas iniciativas foram cruciais nos resultados operacionais da empresa, mas vai além: “A eficiência nos controles internos também ajudou.”

Parte fundamental nesse processo de controle, os executivos da Gávea Investimentos, a gestora de Armínio Fraga que possui 26% da Arcos Dourados, enxergam o McDonald’s como um dos seus melhores investimentos em termos de performance. “E vai continuar sendo por muito tempo”, diz Chris Meyn, sócio de Fraga e principal responsável pela área de private equity da Gávea.

“Woods é o grande responsável pelo sucesso. Ele administra uma operação complexa com grande transparência”, continua Meyn. Na última reunião do conselho de administração, Staton prometeu um crescimento de dois dígitos para este ano. A ideia seria deixar a casa pronta para abrir o capital no futuro. “Vamos fazer o IPO, mas não agora”, revela Staton.

A origem de Staton é um impressionante exemplo de diversidade. Com nome de americano, o empresário de nacionalidade argentina é, na realidade, nascido na Colômbia. Sua mãe é tcheca e o pai, brasileiro. Seu avô, um missionário americano, foi o fundador da Panamco, segunda maior engarrafadora da Coca-Cola no mundo, vendida para a Femsa por US$ 3,6 bilhões em 2003.

Está claro que dinheiro nunca foi um problema para ele. Mesmo assim, é visto por amigos próximos como um empreendedor à frente de seu tempo. E, para o próximo ciclo de investimentos, as atenções estão voltadas para o Brasil. A empresa quer estar preparada para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíadas de 2016 e para isso não deve economizar. “Estão previstos investimentos pesados para o País nos próximos anos”, revelou à DINHEIRO Marcelo Rabach, presidente do McDonald’s no Brasil.

Segundo o executivo, os megaeventos esportivos devem fazer com que a rede cresça em locais onde ainda patina, como o Rio de Janeiro e o Nordeste. “O Brasil vai ser o carro-chefe da companhia pelos próximos 20 anos”, reforça Staton, lembrando que o País hoje abriga pouco mais de 30% dos restaurantes, mas responde por metade do faturamento da rede na América Latina. Pelo retrospecto de Staton no comando do McDonald’s, é possível que alcance seu objetivo bem antes do previsto.

 

Pouco após anunciar os resultados operacionais de 2009, Woods Staton recebeu a reportagem de DINHEIRO para uma entrevista exclusiva. Acompanhe os principais trechos:
 

107.jpg
"Um dia abriremos o capital. Mas não será agora"
 

Os resultados anunciados estavam dentro do previsto?
No caso do Brasil foram muito além do esperado, pois a crise não atingiu o País com tanta intensidade. Houve uma tensão no meio de 2009, por conta da crise global, mas no fim terminou tudo bem.

O sr. está no comando do McDonald’s na América Latina desde 2007. Quais foram as principais mudanças?
Temos aplicado em outros mercados a mesma disciplina que tínhamos na Argentina (onde ele é representante da marca há mais de 20 anos) e também no Brasil. Muitas das coisas boas, como sistemas e operações que temos hoje, saíram da Argentina e do Brasil. Temos aplicado essas práticas comprovadamente eficientes em todos os mercados.

Como os sócios da Gávea Investi-mentos participam da administração?
Eles são investidores e participam ativamente do conselho de administração. Obviamente não estão no dia a dia da operação, mas participam de decisões macroeconômicas. Eles estão envolvidos em muitos negócios no Brasil e, por isso, conhecem muito bem o mercado.

O sr. tem planos para abrir o capital da empresa?
No futuro vamos abrir o capital, mas não agora. Eu estou bem, os sócios estão contentes, então não é o momento. Mas nada impede uma abertura no futuro.

 


ASSUNTOS RELACIONADOS

Multimídia

A missão mais difícil de Belini

O executivo que fez da Fiat a maior montadora do País tem pela frente a tarefa de manter a liderança do mercado em um ambiente de crise, cercado por concorrentes cada vez mais agressivos e numerosos. Confira os bastidores da reportagem

Quem vai mandar nessa turma?

Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica, prepara-se para passar o comando da empresa para seus filhos. em jogo, um negócio que movimenta mais de R$ 2 bilhões em 30 países

Os novos empreendedores do mercado erótico

Conheça histórias de empresários que mudaram radicalmente de ramo e decidiram apostar na indústria do prazer - que atualmente movimenta mais de US$ 46 bilhões por ano no mundo

Economia - Um vice-presidente com voz própria e personalidade forte

Crédito: Roberto Castro/Ag. Istoé

- - Fatos em Destaque

- - Fatos em Destaque


  • air nike jordan

    em 19/04/2014 13:22:12

    Hey everyone, we are a recent addition to a very nice site, I think they should come up with good things to share!Sr. McDonald's - ISTOÉ Dinheiro Something pretty decent look around you can go take a look. Welcome to come visit my web page !air nike jordan.

    Denuncie esse comentário

    • qicefo48

      em 12/04/2014 01:32:33

      �just got .

      Denuncie esse comentário

      • vidaweg2203

        em 12/04/2014 00:40:59

        �go here .

        Denuncie esse comentário

        • lugakari42

          em 12/04/2014 00:24:03

          �mentally and .

          Denuncie esse comentário

          • viduf9159

            em 11/04/2014 23:21:49

            �close to financial tracking .

            Denuncie esse comentário

            • qubiqom5034

              em 11/04/2014 22:58:22

              �very funny .

              Denuncie esse comentário

              • povaxa98

                em 11/04/2014 22:31:49

                �let me google it for you .

                Denuncie esse comentário

                • qexeqoko17

                  em 11/04/2014 22:09:07

                  �go here .

                  Denuncie esse comentário

                  • cewed256

                    em 11/04/2014 21:23:14

                    �what a mess! .

                    Denuncie esse comentário

                    • qexeqoko17

                      em 11/04/2014 20:59:43

                      �go here .

                      Denuncie esse comentário

                      • holeni0951

                        em 11/04/2014 20:36:03

                        �just got .

                        Denuncie esse comentário

                        • solojo270

                          em 11/04/2014 20:10:46

                          �get it now - .

                          Denuncie esse comentário

                          • sulofu3787

                            em 11/04/2014 19:21:49

                            �Establishing could .

                            Denuncie esse comentário

                            • dimap116

                              em 11/04/2014 18:08:56

                              �get it now - .

                              Denuncie esse comentário

                              • xidoqa807

                                em 11/04/2014 15:42:39

                                �go on .

                                Denuncie esse comentário

                                • lugakari42

                                  em 11/04/2014 14:55:34

                                  �Establishing could .

                                  Denuncie esse comentário

                                  • daqawup756

                                    em 11/04/2014 14:32:05

                                    �close to financial tracking .

                                    Denuncie esse comentário

                                    • sulofu3787

                                      em 11/04/2014 14:11:33

                                      �oftimes be one .

                                      Denuncie esse comentário

                                      • holeni0951

                                        em 11/04/2014 13:46:15

                                        �nice, .

                                        Denuncie esse comentário

                                        • panewov891

                                          em 11/04/2014 13:00:53

                                          �tedious processes .

                                          Denuncie esse comentário

                                          Por favor, preencha todos os campos abaixo para deixar seu comentário.
                                          A Istoé Dinheiro pode utilizar este comentário para divulgação na revista impressa.

                                            Isto é compartilhar

                                            Divida sua leitura com seus amigos

                                            Colunas

                                            ver todos
                                            publicidade

                                            Edições especiais

                                            índice de matérias edições anteriores edições especiais assine a revista

                                            © Copyright 1996-2011 Editora Três
                                            É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
                                            Fechar [X]