ECONOMIA

online | POLÍTICA | 07.MAR.13 - 20:19 | Atualizado em 16.10 - 11:40

Senado facilita cooperação contra lavagem de dinheiro

Por Débora Álvares e Ricardo Brito

O plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira, em votação simbólica, um projeto de decreto legislativo que facilita a cooperação entre o Brasil e os Estados Unidos no combate à lavagem de dinheiro. Na prática, o acordo facilita investigações de casos como do ex-prefeito de São Paulo e deputado federal Paulo Maluf, que chegou a ser acusado de movimentações financeiras nos Estados Unidos.

A proposta institui mecanismos para aumentar o intercâmbio de informações sobre tributos e impostos de contribuintes entre os países, permitindo, inclusive, a autoridades brasileiras e americanas a ter acesso pessoalmente a dados da outra nação.

Pelos termos, a troca de informações poderá ser solicitada por brasileiros e norte-americanos para auxiliar no "lançamento, execução ou cobrança de tributos; ou ainda para a investigação ou instauração de processo relativo a questões tributárias de natureza criminal". As informações devem ser compartilhadas independentemente de o autor do pedido "delas necessitar para propósitos tributários ou de a conduta sob investigação constituir crime de acordo com as leis" do país solicitante. Os dados compartilhados são protegidos por cláusula de confidencialidade.

Do lado americano, estão sob a abrangência do decreto de impostos federais sobre a renda, sobre a renda auferida da atividade autônoma, sobre heranças e doações e finalmente sobre consumo. Do lado brasileiro, os impostos de renda para pessoas físicas e jurídicas, os impostos sobre produtos industrializados (IPI), sobre operações financeiras (IOF), sobre propriedade rural (ITR) e o PIS/Confins e a CSLL.

Como já havia sido aprovado pela Câmara em fevereiro de 2010, a matéria, por se tratar de um decreto legislativo, vai à promulgação.

Copyright © 2013 Agência Estado. Todos os direitos reservados.


ASSUNTOS RELACIONADOS

Multimídia

Quem vai mandar nessa turma?

Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica, prepara-se para passar o comando da empresa para seus filhos. em jogo, um negócio que movimenta mais de R$ 2 bilhões em 30 países

A fórmula do milionário das farmácias

Sidney Oliveira, presidente da Ultrafarma, transformou sua pequena farmácia em uma empresa de R$ 650 milhões. Confira os bastidores da reportagem de André Jankavski

Os novos empreendedores do mercado erótico

Conheça histórias de empresários que mudaram radicalmente de ramo e decidiram apostar na indústria do prazer - que atualmente movimenta mais de US$ 46 bilhões por ano no mundo

Economia - Um vice-presidente com voz própria e personalidade forte

Crédito: Roberto Castro/Ag. Istoé

- - Fatos em Destaque

- - Fatos em Destaque


Por favor, preencha todos os campos abaixo para deixar seu comentário.
A Istoé Dinheiro pode utilizar este comentário para divulgação na revista impressa.

    Isto é compartilhar

    Divida sua leitura com seus amigos

    Colunas

    ver todos
    publicidade

    Edições especiais

    índice de matérias edições anteriores edições especiais assine a revista

    © Copyright 1996-2011 Editora Três
    É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
    Fechar [X]