Geral

Ministro anuncia R$ 42,5 milhões para emergências e atenção básica no Paraná

O Ministério da Saúde anunciou hoje (17) a liberação de R$ 42,5 milhões para ampliar o atendimento na atenção básica e na urgência e emergência no Paraná. Os recursos foram levantados por meio de ações de gestão que geraram economia aos cofres públicos, como a redução de contratos e convênios da pasta.

“Nós queremos continuar financiando a saúde e fazemos isso a partir da economia de R$ 3,5 bilhões que já realizamos neste primeiro ano de gestão com economia em contratos e compra de medicamentos”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ao anunciar os recursos, em Curitiba.

A atenção básica vai receber R$ 23,5 milhões para assegurar o custeio de 348 agentes comunitários de saúde, 99 novas equipes de Saúde da Família, 78 novas equipes de Saúde Bucal, 29 Núcleos de Apoio à Saúde da Família e duas novas equipes de Saúde Prisional em 88 municípios paranaenses.

Outros R$ 19 milhões serão destinados à renovação e ampliação da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O Ministério da Saúde pretende entregar 106 ambulâncias, das quais 62 devem substituir veículos com mais de cinco anos de uso.

Ricardo Barros ressaltou, ainda, que vai cobrar a presença dos médicos nas unidades de saúde básica. “Oitenta por cento dos problemas de saúde podem ser resolvidos na atenção básica, mas a estrutura tem que estar disponível para a população. Como vamos cobrar a presença dos médicos nas quatro horas da jornada de trabalho para a qual eles fizeram concurso, também precisamos remunerá-los melhor”, disse o ministro.

Tópicos

saúde