Negócios

Kraft Heinz, de Lemann e Buffett, faz oferta de US$ 143 bilhões pela Unilever

Kraft Heinz, de Lemann e Buffett, faz oferta de US$ 143 bilhões pela Unilever

A americana Kraft Heinz fez uma oferta de US$ 143 bilhões pela companhia britânica de bens de consumo Unilever, nesta sexta-feira 17.

Controlada pelo fundo 3G, de Jorge Paulo Lemann, e pela Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, a Kraft Heinz informou que a oferta foi recusada, segundo o jornal americano The Wall Street Journal.

Mas, segundo um comunicado da Kraft Heinz, a empresa “continua a trabalhar para chegar a um acordo sobre os termos de uma transação”. Mas ressalta que não há certeza de que uma nova oferta será feita.

A união das duas empresas, caso fosse aceita, criaria uma das maiores companhias de bens de consumo do mundo. Juntas, as duas empresas teriam faturamento de US$ 84,8 bilhões, atrás apenas da Nestlé, que faturou US$ 91,2 bilhões no ano passado.

Jorge Paulo Lemann é um dos donos do fundo 3G, que comprou Burger King, Heinz e Kraft
Jorge Paulo Lemann é um dos controladores do fundo 3G, que comprou Burger King, Heinz e Kraft

Em um comunicado, a Unilever informou que a proposta feita pela Kraft Heinz foi de US$ 50 por ação, em um mix que contemplava US$ 30,23 pagos em dinheiro e 0,222 ação combinada da nova companhia.

Os termos apresentados pela companhia americana avaliavam a Unilever em US$ 143 bilhões. A proposta representava um prêmio de 18% sobre o preço do pale na quinta-feira 16.

“A Unilever rejeitou a proposta porque não vê nenhum mérito estratégico ou financeiro”, informou a companhia, por meio de um comunicado. “Não vemos base para que as discussões prossigam.”