Edição nº 1032 18.08 Ver ediçõs anteriores

Efeito Lava Jato

Efeito Lava Jato

Desde que a Operação Lava Jato teve início, a EDP Brasil, que atua nas áreas de geração, distribuição, comercialização e soluções em energia elétrica, decidiu criar uma espécie de rating para avaliar tanto executivos contratados para posições chave da companhia como para quem for convidado a fazer parte do seu Conselho. A empresa realiza um levantamento completo da carreira e da atuação do profissional.

Essa verificação do histórico tem ajudado na escolha de pessoas comprometidas apenas com o desenvolvimento do negócio. “É claro que não é uma garantia de que algo de errado não acontecerá”, diz o CEO Miguel Setas. “Mas é uma maneira de nos certificar que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance.”

Novos negócios

Miguel SetasFoto: Silvia Zamboni/Valor

A EDP também acrescentou mais uma área de atuação no Brasil. A filial da empresa portuguesa de energia conquistou quatro concessões de transmissão e foi a maior vencedora em volume de investimentos previstos. Pela estimativa da Aneel, serão cerca de R$ 3,6 bilhões. Setas, porém, acredita que seja possível concluir as obras com R$ 3 bilhões. O CEO afirma que esse foi o momento certo para a empresa entrar num segmento que ainda não fazia parte do portfólio de seus negócios no País. “Antes, os retornos giravam em torno de 9%”, diz ele. “Agora, nossa expectativa é alcançar entre 12% e 13%.”

(Nota publicada na Edição 1017 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Cláudio Gradilone, Hugo Cilo e Márcio Kroehn)

Mais posts

Ele quer ser sócio de mil empresas

Fundada em 2011, a Bossa Nova Investimentos fazia aportes pontuais em algumas startups. Mas, em julho de 2016, a companhia estipulou [...]

Cada vez mais shopping

O Mercado Livre está, de fato, se tornando um shopping no sentido literal da palavra. Igual aos grandes centros de compra, a empresa de [...]

Crise imobiliária?

A crise não tem sido tão dura quanto parece. Pelo menos para o público AAA. E quem celebra é a construtora Cyrela. Há nove meses, a [...]

Luxo asiático no Brasil

Uma das maiores redes hoteleiras de luxo do mundo, a cingapuriana Shangri-La Hotels, está de olhos bem abertos no mercado brasileiro. O [...]

Varejo sobe ou desce?

Após o IBGE surpreender os analistas e constatar uma expansão de 3% em junho no comércio em relação ao mesmo período de 2016, o setor deu uma patinada em julho. É o que aponta o Índice de Consumidores no Varejo (IVC), apurado pela Virtual Gate, empresa que fornece soluções para aumentar a taxa de conversão […]

Ver mais