Edição nº 1036 15.09 Ver ediçõs anteriores

Dinheiro em Ação

A governança da Petrobras

Vale de olho nos ativos da Cemig

Papéis avulsos A Vale, presidida por Fabio Schvartsman, estuda a participação no leilão de concessão das hidrelétricas que pertenciam à Cemig. As usinas de Jaguara, Miranda e São Simão interessam à mineradora, que afirma ter como pilar estratégico reduzir seus custos e alcançar a autossuficiência energética. Há, ainda, a usina de Volta Grande entre os […]

A Petrobras tem combustível para subir?

Papéis avulsos No encerramento dos negócios na quarta-feira 6, as ações preferenciais da Petrobras retornaram ao patamar de R$ 15, que haviam abandonado em maio, quando da primeira notícia da delação premiada de Joesley Batista. Desta vez, os papéis da petroleira avançaram no âmbito de um movimento de recuperação do mercado. Além da alta dos […]

Sabesp quer atrair grandes sócios minoritários

Papéis avulsos O governo do estado de São Paulo pretende levantar R$ 6 bilhões com a venda de participações acionárias da Sabesp. Um projeto de lei, que começou a ser discutido na Assembleia Legislativa de São Paulo na quarta-feira 30, propõe uma reestruturação societária da empresa presidida por Jerson Kelman, para permitir a entrada de […]

Siderúrgicas lideram retomada de lucros

Papéis avulsos O segundo trimestre de 2017 foi um período difícil para a maioria das empresas abertas. Segundo um levantamento da empresa de informações financeiras Economatica, o lucro de 309 empresas listadas na Bolsa recuou 13,2% em média em relação ao mesmo período de 2016. Em conjunto, essas companhias lucraram R$ 24,4 bilhões no trimestre, […]

Petrobras volta ao azul

Papéis avulsos A Petrobras voltou ao lucro, no acumulado do primeiro semestre, com um resultado positivo de R$ 4,765 bilhões. Nos seis primeiros meses do ano passado, a empresa presidida por Pedro Parente havia amargado um prejuízo de R$ 876 milhões. No segundo trimestre, o lucro foi de R$ 316 milhões, queda de 14,6% ante […]

Itaú Unibanco mantém consistência

Papéis avulsos Os resultados do Itaú Unibanco no segundo trimestre mostram que a gestão de Cândido Bracher manteve a consistência nos resultados do banco. Nos três meses findos em abril, o lucro líquido recorrente do banco foi de R$ 6,2 bilhões, praticamente estável em relação ao trimestre anterior. No primeiro semestre, o resultado recorrente foi […]

Bradesco lucra com inadimplência baixa

Papéis avulsos O Bradesco anunciou, na quinta-feira 27, um lucro líquido de R$ 4,7 bilhões no segundo trimestre, alta de 1,2% em relação ao primeiro trimestre, e de 13% ante o mesmo trimestre de 2016. No semestre, o lucro líquido ajustado foi de R$ 9,4 bilhões, crescimento de 13% em relação aos seis primeiros meses […]

Weg abre safra otimista de balanços

Papéis avulsos A catarinense Weg foi uma das primeiras a divulgar os resultados do segundo trimestre. Na quarta-feira 19, ela informou um lucro líquido de R$ 272 milhões, alta de 6,7% em relação ao mesmo período de 2016. A Weg conseguiu obter esse resultado apesar da queda de 2,3% nas receitas trimestrais, que encolheram de […]

Pista livre para a Localiza

Papéis avulsos Os papéis da Localiza têm brilhado nos pregões. Na quinta-feira 13, o papel subiu 4% depois de ter sua recomendação elevada pelo Itaú BBA. Os analistas do banco elevaram a recomendação das ações de market perform (desempenho na média do mercado) para outperform (desempenho acima da média). A melhoria veio dias após o […]

A dura lição do Fies

Papéis avulsos O Ministério da Fazenda divulgou, na quinta-feira 6, as novas regras do programa estatal de financiamento estudantil Fies. A meta é reduzir a inadimplência, hoje em 46%, e ampliar o número de vagas para 300 mil em 2018, ante as 205 mil previstas para 2017. Estudantes de baixa renda terão mais problemas para […]

O novo horizonte da Vale

Papéis avulsos Fábio Schvartsman, o novo CEO da Vale, conseguiu uma vitória, na terça-feira 27, ao obter a aprovação dos acionistas para as mudanças na governança da mineradora. Hoje, a Vale é controlada pela Valepar, holding pertencente ao Bradesco, ao grupo japonês Mitsui, a fundos de pensão e ao BNDES. Com a mudança, a Vale […]

BR Distribuidora vai abrir capital

Pedro Parente, diretor-presidente da Petrobras, anunciou, na quinta-feira 22, que a estatal vai abrir o capital da BR Distribuidora no Novo Mercado da B3. Segundo Parente, lançar ações em bolsa é a melhor alternativa. Desde que assumiu o comando da estatal, em maio de 2016, Parente colocou em prática um plano de desinvestimentos cuja meta […]

CVM condena Eike Batista por informação privilegiada

Papéis avulsos A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou, na terça-feira 13, o empresário Eike Batista, por uso de informações privilegiadas em uma venda das ações do estaleiro OSX, ligado à petrolífera OGX. Segundo o processo, Eike vendeu ações da empresa no dia 19 de abril de 2013, pouco tempo antes de o estaleiro e […]

Banco Central e CVM apertam o cerco contra bancos e empresas abertas

Legislação Uma Medida Provisória assinada, na noite da quarta-feira 7, pelo presidente Michel Temer, amplia em 799.900% a multa máxima que pode ser aplicada pelo Banco Central (BC) em caso de fraudes e irregularidades de instituições financeiras. No caso da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o aumento do teto foi de 99.900%. Pela MP, o […]

O pó de pirlimpimpim da Biomm

Papéis avulsos Fundada em 2001 pelos irmãos Marcos e Walfrido dos Mares Guia e pelo empresário Guilherme Emrich, a empresa de farmacêuticos Biomm viu o volume de negociação de suas ações crescer mais de dez vezes, da média diária de R$ 22,9 mil para R$ 263 mil, na quinta-feira 01. Na noite anterior, a companhia […]

Novo ânimo para a BRF

Papéis avulsos A crise que se abateu sobre o mercado desde o dia 18 de maio teve alguns ganhadores. Um deles foi a BRF. A empresa vinha sendo duramente punida pelos investidores desde a operação Carne Fraca, em março. No entanto, desde a turbulência provocada pela delação premiada dos irmãos Batista, seu valor de mercado […]

Um susto de R$ 219 bilhões

Papéis avulsos O movimento no pregão da B3, na quinta-feira 18, mostra que as palavras, sim, têm valor. Para ser exato, R$ 219 bilhões. Essa foi a perda do valor de mercado de todas as empresas listadas em um único dia. Só as três principais estatais, Petrobras, Banco do Brasil e Eletrobras, viram sua capitalização […]

BTG Pactual lucra R$ 720 milhões

O BTG Pactual divulgou, na terça-feira 9, que seu lucro líquido no primeiro trimestre foi de R$ 720 milhões, queda de 29% ante o mesmo período de 2016. No ano passado, o resultado foi impulsionado pela venda de ativos, como a empresa de recuperação de crédito Recovery, comprado pelo Itaú Unibanco, e o banco suíço […]

Curto-circuito na Eletrobras

Em formulário enviado, na segunda-feira dia 1º de maio, à Securities and Exchange Commission (SEC), o regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos, a Eletrobras reconheceu que as demonstrações financeiras da companhia de 2016 podem ser afetadas de maneira adversa. Traduzindo: lucros menores. O documento referia-se à queda de braço entre a estatal presidida […]

O sorriso dos banqueiros

Papéis avulsos O Santander Brasil, presidido por Sérgio Rial (à esq.) e o Bradesco, por Luiz Carlos Trabuco, anunciaram seus resultados financeiros na semana passada. A melhora na inadimplência, o aumento das receitas com tarifas e uma atitude espartana com relação aos custos deu razões para os dois banqueiros sorrirem. O Santander lucrou R$ 2,280 […]