Edição nº 1019 19.05 Ver ediçõs anteriores

Queda da inflação eleva ganhos do Tesouro Selic

Rentabilidade real pode ser a maior desde 2008, apesar da redução dos juros pelo Banco Central

Queda da inflação eleva ganhos do Tesouro Selic

Tesouro Direto pode apresentar uma boa rentabilidade  em 2017  

O Tesouro Direto, aplicação financeira em que você compra títulos do Tesouro diretamente pela internet, pode apresentar uma boa rentabilidade em 2017.

Os juros estão caindo, e devem cair mais a partir da quarta-feira 11, pois o Comitê de Política Monetária (Copom) pode reduzir a taxa Selic em 0,5 ou em até 0,75 ponto percentual. Mesmo assim, segundo o analista Roberto Indech, da corretora Rico, os títulos indexados à Selic poderão apresentar bons retornos devido à queda da inflação.

Pelo consenso do mercado, a taxa Selic deverá encerrar 2017 a 10,25% ao ano, ante os 13,75% atuais. Porém, a inflação deve cair. A taxa oficial de 2016, prevista para ser divulgada na quarta-feira 11, deve ficar ao redor de 7%. A inflação de 2017 está sendo estimada entre 4,5% e 5%.

Na ponta do lápis, isso representa um ganho real entre 5%  5,5% ao ano, sem contar a perda com impostos e com a taxa de corretagem. Pelas contas da Rico, será o maior ganho real desde os 6,55% registrados em 2008.


Mais posts

Real liderou entre os latinos em 2016

No ano  passado, o dólar teve a maior apreciação dentre as principais moedas latino-americanas; peso argentino teve [...]

Os analistas de ações merecem seus salários?

Em sua edição de número 948, que chegou às bancas na última semana de 2015, DINHEIRO publicou sua tradicional edição “Onde Investir em 2016”. A revista fez uma pesquisa junto aos analistas de mercado para saber quais as ações recomendadas para o ano. Repetindo o padrão, foram pedidas nove sugestões. Três ações de baixo risco, […]

Trump x Trump, o candidato e o presidente

O que o discurso da vitória indica, e o que muda para o Brasil 

Hillary, Trump e o seu dinheiro

Como o resultado da eleição americana pode afetar os investimentos

Dólar cai ao menor nível desde setembro. É hora de comprar?

Moeda americana recua 5% em relação ao real em dois dias, mas volatilidade deve continuar nos próximos dias 

Ver mais