Edição nº 1036 15.09 Ver ediçõs anteriores

Por que só a Toyota cresceu no mercado automobilístico brasileiro em 2016

O que explica o desempenho da montadora japonesa em um ano em que as vendas encolheram quase 20%? 

Por que só a Toyota cresceu no mercado automobilístico brasileiro em 2016

Vendas do Etios, da Toyota, foram 45% maiores em 2016 (foto: Divulgação)

O mercado automobilístico brasileiro teve uma queda de vendas de quase 20% em 2016, segundo dados da Fenabrave, entidade que representa os distribuidores de veículos.

As vendas ficaram em torno de 2 milhões de veículos, um desempenho que fez o mercado retomar o patamar de 2006.

Ruim? De fato. Mas apenas uma marca que está no ranking das 20 que mais vendem da Fenabrave conseguiu vender em 2016 do que o ano anterior. É a japonesa Toyota.

No ano passado, a Toyota vendeu 180,4 mil carros, uma pequena alta de apenas 2,6%. Com isso, ficou em quinto lugar no ranking geral, que inclui automóveis e comerciais leves, à frente da americana Ford e atrás de GM, Fiat, Volkswagen e Hyundai.

A resposta para bom desempenho da Toyota, no ano passado, está em dois veículos: o Etios e a Hillux SW4.

As vendas do Etios foram 45% maiores do que o ano passado, atingindo o número de 37,9 mil carros. A SW4 cresceu quase 40%, chegando a comercializar 12,1 mil

Mesmo quando não foi bem, a Toyota conseguiu cair menos que o mercado. É o caso do Corolla. Suas vendas foram 3,8% menores. Mas mesmo assim, a montadora japonesa viu a participação de mercado do sedã médio na categoria passar de 36,09%, em 2015, para 44,2%, no ano passado.

Como conseguiu esse feito? O jornalista Sérgio Quintanilha explica em detalhes. Em resumo: um misto de carros adaptados ao gosto do brasileiro, com um programa de financiamento atraente.

Ressalva importante: a marca Jeep também teve vendas superiores em 2016, mas vale lembrar que ela estreou no mercado brasileiro em março, com o Renegade. 


Mais posts

O que o Google quer com a divisão de smartphones da HTC?

Não chega a ser uma surpresa a compra da divisão de smartphones da taiwanesa HTC por US$ 1,1 bilhão pelo Google, anunciada nesta [...]

Por que o iPhone 8 será altamente dependente de tecnologia da Samsung

A Apple e a Samsung são os dois principais competidores no mercado de smartphones. Mas o que ninguém imagina é que a empresa da maçã é [...]

O incrível salto do Magazine Luiza, que já vale mais que a Natura

A rede varejista Magazine Luiza se tornou um fenômeno na Bolsa. Em pouco menos de dois anos, seu valor de mercado saltou de menos de R$ [...]

Multiplus amplia teste com cartão de débito

O programa de fidelidade Multiplus ampliou os testes com cartão de débito, que começaram em julho deste ano com as bandeiras Visa e [...]

Quem é Dara Khosrowshahi, novo CEO da Uber

A Uber parece ter encerrado sua tumultuada busca para substituir Travis Kalanick como seu CEO. Apesar de nomes de peso, como Meg [...]
Ver mais