Edição nº 1019 19.05 Ver ediçõs anteriores

Ford elétrica

Ford elétrica

A decisão da Ford, segunda maior montadora dos Estados Unidos, de cancelar a construção de uma fábrica no México, anunciada na terça-feira 3, parece uma vitória do presidente eleito Donald Trump, crítico da exportação de postos de trabalho americanos. Pode ser, mas não por completo (leia mais na pág. 24). Há outros motivos para a mudança de ideia da Ford, que não estão exatamente alinhados com as políticas de Trump. No mesmo dia que anunciou a desistência, o presidente da empresa, Mark Fields, revelou um plano de investimentos de US$ 4,5 bilhões no setor de carros elétricos e autônomos, pelos próximos cinco anos. Os planos incluem o lançamento de uma versão híbrida (elétrica e a combustão) da picape F-150, veículo mais vendido na categoria e um ícone do consumo desenfreado de petróleo. A fabricação de veículos compactos a gasolina, que era o objetivo da fábrica mexicana, deverá ficar em segundo plano.

(Nota publicada na Edição 1000 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Amazônia desprotegida

Na calada da noite, o plenário da Câmara dos Deputados liberou a exploração de uma área de 5,9 mil quilômetros quadrados do Parque [...]

O alcance da poluição

Henderson Island, no Sul do Oceano Pacífico, é um dos lugares mais remotos do mundo. A ilha, inabitada, no entanto, concentra a [...]

Insegurança no trânsito

O Chevrolet Onix, o carro mais vendido do Brasil, foi reprovado no teste de segurança do Latin NCap, principal certificador do mercado. [...]

Aniversário catastrófico

A explosão da usina nuclear de Chernobyl completou 31 anos no dia 26 de abril, mas o tempo não foi suficiente para apagar suas [...]

Resolvendo problemas

A Fundação Banco do Brasil e a ONU recebem inscrições para o prêmio Tecnologia Social 2017, até o dia 31 de maio. Serão contempladas iniciativas que buscam resolver problemas em várias áreas: água e meio ambiente, agroecologia, economia solidária, educação, saúde e bem-estar, cidades sustentáveis e inovação digital. O vencedor de cada categoria receberá R$ […]

Ver mais