Edição nº 1019 19.05 Ver ediçõs anteriores

Acomodação de grife em Paris

Acomodação de grife em Paris

Que tal se hospedar na suíte que pertenceu à estilista francesa Coco Chanel (1883-1971) durante 30 anos? O icônico hotel Ritz, em Paris, abriu recentemente suas portas após quase quatro anos em reforma. Ainda mais luxuoso, um de seus destaques é a suíte Coco Chanel, que fora residência da estilista até seu último dia de vida. Com 188 m², a acomodação, localizada no segundo andar, possui três amplas salas, uma delas com janelas do chão ao teto, que oferece uma vista única para a praça Vendôme. As cores brancas, pretas e douradas, que simbolizam a marca, também fazem parte dos itens e artigos decorativos da suíte, como os espelhos, todos dourados. Complementam o cenário, fotos de desfiles, esboços de desenhos e retratos da artista, que estão espalhados pelo local. Detalhes sofisticados, como os três banheiros em mármore e uma adega particular, fazem desta acomodação uma das mais disputadas do Ritz. Entre as amenidades do hotel, piscina coberta, academia, restaurante, bar e spa. O hóspede que optar pela suíte Coco Chanel terá, como cortesia, transfer de ida e volta, de limusine, do aeroporto ao Ritz. A diária, para duas pessoas, custa € 18 mil.

(Nota publicada na Edição 1000 da Revista Dinheiro)


Mais posts

No mar, com estilo

A região de Toscana, na Itália, é conhecida por suas belas paisagens e por abrigar cidades históricas como a capital Florença. Como boa [...]

O brilho de Jackie

Sinônimo de elegância e sofisticação, a ex-primeira-dama americana Jacqueline Kennedy Onassis (1929-1994) se tornou uma inspiração para [...]

Experiência geek

A cultura geek vem ganhando espaço na vida de todos seja por meio de vídeo-games, filmes ou séries. O movimento pode ser visto pelo [...]

50 anos de uma lenda

Considerada por especialistas a marca mais nobre dentro da tradicional Habanos S.A, a Cohiba acaba de completar cinquenta anos. Para [...]

Escultura milionária

O escultor romeno Constantin Brancusi é um dos principais nomes do modernismo mundial. Não por acaso, as suas obras raras são [...]
Ver mais