Edição nº 1019 19.05 Ver ediçõs anteriores

Real liderou entre os latinos em 2016

No ano  passado, o dólar teve a maior apreciação dentre as principais moedas latino-americanas; peso argentino teve a maior depreciação

Real liderou entre os latinos em 2016

O real apresentou a maior apreciação dentre as economias relevantes da América Latina

O real brasileiro apresentou um bom desempenho em 2016. No acumulado do ano, a moeda se apreciou 16,54% em relação ao dólar, quarta maior apreciação anual desde 1995, primeiro ano completo do Plano Real. 

A maior apreciação anual do real em relação ao dólar foi em 2009, após a crise financeira internacional, com um avanço de 25,42%.

A maior depreciação do real ocorreu em 2002, ano da campanha eleitoral que seria vencida, pela primeira vez, por Luiz Inácio Lula da Silva. O temor do mercado quanto às decisões de Lula provocou uma fuga para o dólar, fazendo o real se depreciar 52,27% em relação à moeda americana, segundo dados da empresa de informações financeiras Economatica.

O real apresentou a maior apreciação dentre as economias relevantes da América Latina. O Peso chileno se apreciou 5,66% e o peso colombiano ganhou 4,72% em relação ao dólar. Já o valor do Novo Sol peruano subiu 1,7% ante a moeda americana.

Duas moedas importantes perderam valor diante do dólar. A maior depreciação foi do peso argentino, com 21,47%, seguido pelo peso mexicano, com 19,54%.


Mais posts

Queda da inflação eleva ganhos do Tesouro Selic

Rentabilidade real pode ser a maior desde 2008, apesar da redução dos juros pelo Banco Central

Os analistas de ações merecem seus salários?

Em sua edição de número 948, que chegou às bancas na última semana de 2015, DINHEIRO publicou sua tradicional edição “Onde Investir em 2016”. A revista fez uma pesquisa junto aos analistas de mercado para saber quais as ações recomendadas para o ano. Repetindo o padrão, foram pedidas nove sugestões. Três ações de baixo risco, […]

Trump x Trump, o candidato e o presidente

O que o discurso da vitória indica, e o que muda para o Brasil 

Hillary, Trump e o seu dinheiro

Como o resultado da eleição americana pode afetar os investimentos

Dólar cai ao menor nível desde setembro. É hora de comprar?

Moeda americana recua 5% em relação ao real em dois dias, mas volatilidade deve continuar nos próximos dias 

Ver mais