Edição nº 1020 26.05 Ver ediçõs anteriores

Baidu cancela fundo de US$ 60 milhões para startups brasileiras

Baidu cancela fundo de US$ 60 milhões para startups brasileiras

Em setembro do ano passado, a gigante chinesa de internet Baidu anunciou um fundo de US$ 60 milhões para investir em startups brasileiras.

Batizado de Easterly Ventures, o fundo tinha intenção de comprar fatias minoritárias de 10 a 15 empresas iniciantes locais. No Brasil, a companhia que é chamada de o Google da China já é dono do site Peixe Urbano.

Na quinta-feira, 16 de fevereiro, no entanto, o fundo foi cancelado, segundo duas fontes com quem conversou o blog BASTIDORES DAS EMPRESAS.

Nenhum investimento havia sido realizado, mas havia negociações bastante avançadas com algumas startups brasileiras. “Fomos surpreendidos”, diz uma fonte, que negociava aportes do Easterly Ventures. Segundo essa fonte, não houve explicações para o cancelamento do fundo.

Com ações negociadas na bolsa eletrônica americana Nasdaq, o Baidu faz parte de um poderoso trio de ferro de empresas chinesas de internet, que inclui ainda o Alibaba e a Tencent.

Em 2016, sua receita atingiu US$ 10,2 bilhões, um crescimento de 11,9% em comparação ao ano anterior.

Segundo apurou o blog BASTIDORES DAS EMPRESAS, o Baidu deve focar seus investimentos em inteligência artificial. “Eles não querem olhar nada além de inteligência artificial”, afirma outra fonte.

A companhia comprou, recentemente, a empresa americana de inteligência artificial 8i, e a chinesa Raven Tech, focada em casas inteligentes.

O Baidu também está desenvolvendo um laboratório focado em pesquisa de tecnologias relacionadas à inteligência artificial, na China.

Procurado, o Baidu não retornou os contatos do blog BASTIDORES DAS EMPRESAS.

Tópicos

Baidu startups

Mais posts

Empresas brasileiras perdem R$ 219 bilhões em valor de mercado

As empresas cotadas na B3 perderam R$ 219 bilhões em valor de mercado nesta quarta-feira 18, segundo um levantamento feito pela [...]

Por que São Paulo deixou o ranking das melhores cidades para criar uma startup

A crise econômica e política, que se desenrola desde o fim 2014, fez mais uma vítima. São Paulo, que já foi uma das 20 melhores cidades [...]

IPO da Netshoes mostra que Brasil está longe de gerar seu primeiro unicórnio

A abertura de capital da varejista online de artigos esportivos Netshoes na Bolsa de Nova York (Nyse) é um marco para as startups [...]

Positivo segue Apple e muda nome

Quando lançou o iPhone, em 2007, a Apple resolveu tirar a palavra Computer de seu nome. Optou por acrescentar apenas Inc. Afinal, a [...]

Tesla transforma-se na fabricante de carros mais valiosa dos EUA

O centro do mercado automobilístico americano mudou-se de Detroit, conhecida como “Motor City”, para o Vale do Silício, na Califórnia. [...]
Ver mais