Edição nº 1019 19.05 Ver ediçõs anteriores

Assentamentos ilegais

O secretário-geral da ONU, António Guterres, criticou uma lei aprovada por Israel que regulariza assentamentos na Cisjordânia, território palestino. Guterres lamentou que o projeto tenha passado pelo Knesset, órgão legislativo israelense, na segunda-feira 6, e afirmou isso viola o direito internacional.

Uma semana antes, especialistas em direitos humanos já haviam protocolado, na ONU, um pedido para que o órgão tomasse medidas diplomáticas contra a expansão dos assentamentos em território palestino. Israel, no entanto, ainda planeja construir mais seis mil casas na região.

(Nota publicada na Edição 1005 da Revista Dinheiro)

Mais posts

Amazônia desprotegida

Na calada da noite, o plenário da Câmara dos Deputados liberou a exploração de uma área de 5,9 mil quilômetros quadrados do Parque [...]

O alcance da poluição

Henderson Island, no Sul do Oceano Pacífico, é um dos lugares mais remotos do mundo. A ilha, inabitada, no entanto, concentra a [...]

Aniversário catastrófico

A explosão da usina nuclear de Chernobyl completou 31 anos no dia 26 de abril, mas o tempo não foi suficiente para apagar suas [...]

Insegurança no trânsito

O Chevrolet Onix, o carro mais vendido do Brasil, foi reprovado no teste de segurança do Latin NCap, principal certificador do mercado. [...]

Resolvendo problemas

A Fundação Banco do Brasil e a ONU recebem inscrições para o prêmio Tecnologia Social 2017, até o dia 31 de maio. Serão contempladas iniciativas que buscam resolver problemas em várias áreas: água e meio ambiente, agroecologia, economia solidária, educação, saúde e bem-estar, cidades sustentáveis e inovação digital. O vencedor de cada categoria receberá R$ […]

Ver mais